E assim, está melhor? Leitores, que tal?

Então, é assim: um engraçadinho Jugular/SIMplex decidiu brincar com a seguinte lista de cargos e atribuiu-os a gente do PSD. Julgando que entregue ao “p.socialista” ficava a lista bem melhor. Pois vejamos o resultado (usando possibilidades não caricaturadas):

Presidente da República: Mário Soares

Primeiro-Ministro: Engenheiro José Sócrates

Presidente da Assembleia da República: António Vitorino

Presidente da Câmara de Lisboa: António Costa

Ministro das Finanças: Pina Moura

Ministro dos Negócios Estrangeiros: José Lello

[Ministro da Cultura: Mário Vieira de Carvalho]

Governador do Banco de Portugal: Armando Vara

Presidente da RTP: Augusto Santos Silva (óbvio)

Seleccionador nacional: Carlos Queiroz (com o PS ou com o PSD, não há nenhuma razão para mexer neste nome)

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

14 respostas a E assim, está melhor? Leitores, que tal?

  1. Luis Santos diz:

    E já agora porque é que o amigo não faz uma lista com o grande Bloco de esquerda?
    Aqui vai uma pequena ajuda:
    Presidente da República: Francisco Louçã
    Primeiro-Ministro: Francisco Louçã
    Presidente da Assembleia da República: Francisco Louçã
    Presidente da Câmara de Lisboa: Francisco Louçã
    Ministro das Finanças: Francisco Louçã
    Ministro dos Negócios Estrangeiros: Francisco Louçã
    Ministro da Cultura: Francisco Louçã
    Governador do Banco de Portugal: Francisco Louçã
    Presidente da RTP: Francisco Louçã
    Seleccionador nacional: Francisco Louçã
    Os portugueses podem ser os burros que vocês acham que são mas distinguem entre os que prezam a democracia e os totalitaristas da extrema esquerda (PCP e Bloco incluídos)

  2. portela menos 1 diz:

    oh! sr Luis Santos, nem um engenheiro na lista?

  3. i.tavares diz:

    Eu gostava de comentar este post. Mas porra,não quero voltar ao assunto
    das “Senhoras a Granel”.

  4. i.tavares diz:

    Não vou comentar o post,mas sim um comentário,se me é permitido.
    Para dizer que o Senhor Luís Santos anda a ver muitos filmes “americães”.

  5. LAM diz:

    O João Pinto e Castro é um ponto.
    Pena que só falta na lista dele um cargo de João Pinto e Castro a ser ocupado por um João Pinto e Castro com a missão de ser um João Pinto e Castro. Simplex a bem dizer.

  6. Luís Antunes diz:

    Cassete Vidal , estou de volta para lhe moer o juízo, com o Chico da tasca . O capitalismo é a exploração do homem pelo homem e o comunismo é o contrário. Imaginemos um governo PCP :
    – PR:o espectro de Álvaro Cunhal ;
    – PM : Jerónimo de Sousa ;
    – Ministro das Finanças ( e da bancarrota iminente de certeza ) : Carlos Carvalhas ;
    – Ministro da Cultura e do neorealismo socialista dogmático : Urbano Tavares Rodrigues ;
    – Ministra da Justiça de bala na nuca : Odete Santos , a mulher mais bonita do bairro dela .

    Apoiado , Luís Santos !
    Recentemente , eu comprei um disco do Beethoven ( com a ” Waldstein ” incluída ) , Brendel toca ; e comprei também um com a 5ª sinfonia ( Karajan e a Filarmónica de Berlim ) ; e um disco de Tony Bennett ; e um DVD clássico : GRAND HOTEL , elenco de luxo : GRETA GARBO , os irmãos BARRYMORE , JOAN CRAWFORD .

  7. Luis Santos diz:

    Caro PCBEi.tavares, dado a minha fraca cultura gostava que me iluminasse com algumas sugestões de filmes que não sejam “americães”. Há mais de 30 anos que faço um esforço para compreender os vossos pontos de vista. Imaginem como o mundo seria diferente se a malta vermelha fizesse o mesmo…

  8. i.tavares diz:

    Penso que 30 anos é muito tempo para alguém chegar a uma conclusão.

  9. Carlos Vidal diz:

    Luís Antunes, não se esqueça que você pertence a um partido que tem o nome “socialista” na bandeira, que cantava a “Internacional”, e que tem a cor vermelha como a sua cor primeira. Ora bem, não se esqueça. Ou está a dizer-me em primeira mão que o “socialismo” na sigla PS, mais o seu vermelho e a “Internacional” como hino é uma pura mentira e impostura para enganar tolos?
    Ora, bem me queria parecer tal coisa. (Há muito.)
    Depois, as suas compras culturais, acho bem, muito boas.
    Já quanto ao gozo que quer fazer com um governo PCP, chamo-lhe também a atenção de duas coisas: não goze com Álvaro Cunhal, o seu Soares não se lhe pode comparar em nada. Tire de lá o espectro de Cunhal e ponha a figura simpática de Jerónimo de Sousa.
    Quanto à Odete Santos, estaria bem como ministra da Justiça, não percebo é essa da “bala na nuca”.
    Ah, e isto também pode ser dirigido para o nossa amigo Luis Santos.

  10. Luís Antunes diz:

    Cassete Vidal , o PIB português desde o 25 de Abril aumentou mais de 150 por cento : mais de metade deve – se ao Mário Soares e à aposta na Europa . Cunhal nunca passou de um bota – abaixo pedante e irritante . Eu nunca gostei dele , nem como pessoa nem como político. Como prémio teve direito a um dia de luto nacional ! Melo Antunes , o homem mais sábio do MFA , mereceu um dia de luto . E tinha uma doutrina original , que nunca foi tida em conta devido a factos caricatos da história recente deste país . No Montijo , há uma fábrica que existe graças ao Mário Soares e à Europa . Sem esquecer os programas Polis , os federes e coisas ” insiginificantes ” do estilo . Cunhal não tem o mesmo currículo , pois não ?

  11. i.tavares diz:

    De uma coisa tenho a certeza, considerando o espólio que ,um deixou,e outro há-de deixar. O fulano que pôs o socialismo na gaveta,podia viver
    200 anos,que não lhe chegava aos calcanhares.Vendedores já por cá há muitos.

  12. luis t. diz:

    Desculpem-me a ignorância! Quem é esse Mário Soares?

  13. Carlos Vidal diz:

    Caro i.tavares, a sua é uma boa poergunta: quem é Mário Soares?
    Toda a gente sabe a resposta: foi um péssimo aluno de Álvaro Cunhal (sem culpa para o professor, naturalmente) e, mesmo depois, em tudo uma fraquíssimo estudante.
    Para o futuro, o ter sido o que alguns chamam “animal político” (citando mal Aristóteles), não chega!
    O seu espólio literário, teórico, historiográfico e ensaístico é nulo e inexistente.

    O de Cunhal toda a gente sabe a qualidade. Em todas as áreas que nomeei (literatura, teoria, história, história de arte, ensaio), a que acrescentaremos pintor, desenhador (dotada a sua obra sempre de um excepcional lirismo, contagiante e arrebatador mesmo) e tradutor (o seu “Rei Lear” é marcante para os estudos shakespeareanos em Portugal).

    O fosso entre um e outro é pois infinito.

  14. Nunca simpatizei com essa figura que se dá pelo nome de Mário Soares, feitios, como se diz por cá, talvez por isso um dia apeteceu-me fazer um pequeno trabalho de pintura a partir de um boneco de barro que havia; puxava-se por um fio e o Mário mostrava o seu prepúcio ao pessoal; meti-o encima duma mesa a mijar para uma gaveta; essa é para mim a grande obra intelectual do Mário Soares.
    Cumprimentos cá debaixo

Os comentários estão fechados.