Como diria o outro, Fatinha já não precisas de fugir


(Cindy Sherman. Untitled Film Stills # 65. 1980.)

O Tribunal de Felgueiras absolveu hoje Fátima Felgueiras de todos os crimes de que era acusada no denominado processo do futebol.


(Cindy Sherman. Untitled Film Stills # 12. 1978.)

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 respostas a Como diria o outro, Fatinha já não precisas de fugir

  1. Daniel Santos diz:

    E fez-se justiça… daquela que se faz em Portugal.

  2. almajecta diz:

    se não vais tu então vou eu, adeus fatinha vou partir, a presunção infundada de que a verdade e justiça são adoráveis, afinal o verdadeiro não é o que adere á bondade nem á beleza.

  3. Carlos Vidal diz:

    Então, vais para o pós-colonialismo sábado?
    Converte-os.

  4. Diogo diz:

    Não nos resta apenas chorar ou vociferar. Isto da Fátima Felgueiras dá-nos um excelente retrato da «justiça». Se é isto que podemos esperar dos juízes, então as pessoas que se reúnam e façam justiça pelas suas próprias mãos. Que justiciem tanto a Fatinha como os juízes que a inocentaram. Porque todos eles são criminosos.

  5. A Costa diz:

    O mal em Portugal é condenar-se as pessas na praça pública, dando crédito a perseguições e vinganças, autênticas “revanches” como diria o outro, sem quaisquer provas. Depois ai jesus…

  6. almajecta diz:

    E em tolerância tanto fã do formalismo. Passa aí os Hippias mais a Política do Platoon, pelo andar da carruagem faço ideia dos que lá vão dentro, isto não promete mesmo nada, foi melhor quando o horror e o sangue foram a contrapartida de algum sentido.

  7. carlos graça diz:

    absolva-se também o isaltino, o lopes da mota, os pedófilos, etcetera, assim corta-se na despesa prisional…

Os comentários estão fechados.