Cidadãos por Lisboa

Na sequência de todas as reservas e dúvidas que aqui coloquei a 8 de Março sobre a organização de um movimento de cidadãos de carácter democrático, gostaria que alguém me explicasse (talvez o comentador CPL) como terá funcionado o processo de decisão da integração do CPL, nas listas do PS para Lisboa.
Diz-se que Alegre teve um papel fundamental na integração dos Cidadãos por Lisboa na lista de António Costa. Só ainda não percebi se Alegre foi a uma Assembleia do Movimento ou se telefonou a cada um dos 7.500 subscritores da sua candidatura. E já agora, a decisão foi tomada por consenso?

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.