amanhã apareçam

2009-06-22-chave

Num momento em que um texto do Miguel Vale de Almeida anda na boca de muitos (veja-se o texto de Jose Gusmão por exemplo) aqui fica um convite para o lançamento, em Coimbra (foyer Teatro Académico Gil Vicente pelas 18:00), do seu ultimo livro: A Chave do Armário – Homossexualidade, casamento, família.
A sessão que será moderada por este vosso amigo terá comentários de Maria Irene Ramalho e de Ana Cristina Santos e é uma organização da Imprensa das Ciências Sociais e da não teprives – Grupo de Defesa dos Direitos Sexuais.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

Uma resposta a amanhã apareçam

  1. António Figueira diz:

    Os democráticos da Primeira República falavam muito da “monomania religiosa”, e confesso que o teu post (ou, melhor dizendo, o assunto que se refere no teu post) me parece um pouco uma variação sobre o tema; com o devido respeito pelas credenciais democráticas do Miguel Vale de Almeida, que suponho impecáveis, fico às vezes com a sensação de que, se o Salazar fosse gay, ele conceberia a hipótese de votar na União Nacional.

Os comentários estão fechados.