“A história diz-nos que sempre que o PS enfraqueceu, a direita governou”

José Sócrates já nos habitou a estas frases de laboratório, inventadas pelos iluminados da comunicação. Num país bipolarizado entre dois partidos há mais de 30 anos, sempre que o PS não ganhou as eleições, venceu o PSD. As diferenças políticas efectivas, também o sabemos, sempre foram poucas, sob a justificação de haver uma só forma possível de governar. Aliás, não é irrelevante reafirmá-lo, que foi em governos do PS que as mais significativas políticas de esquerda foram destruídas ou atacadas, da reforma agrária ao código laboral.
Nas próximas eleições, o mais importante para a esquerda, não será a votação de Sócrates, mas a força com que CDU e BE sairão das eleições e o seu comportamento imediatamente após as eleições.
O seu resultado, individual ou combinado, pode ser determinante na próxima legislatura e na reconfiguração política do país.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 respostas a “A história diz-nos que sempre que o PS enfraqueceu, a direita governou”

  1. Carlos Vidal diz:

    Este grande J Sócrates ainda tem outra frase boa:
    o país precisa de andar para a frente o país não precisa de andar para trás. Tem de olhar para o futuro, não tem de olhar para o passado.
    (Acho que talvez fosse interessante fazer um post convidando a jornalista Maio do “Juíz Decide” a coligir os discursos deste estadista, que tal?)
    Coisas que temos de aguentar (e também temos de aguentar com bloquistas que vão votar PS).

  2. luis t. diz:

    E o que tem enfraquecer?
    P”S” já é um partido fraquinho que elegeu um secretário geral que não emitiu uma única ideia lá no cãogresso deles. Ladrou uma quantas frases feitas, que é o que continua a fazer, distinguido-se do burroso apenas no penteado e no vestir. É curto. Para ambos.
    Agora o Costa, personagem com bastante mais descernimento que o dito cujo, responsável pela neurose de grande parte dos portugueses, lembrou-se da esquerda…
    Como nós nos lembramos de um tio no Brasil que nos vai(?) deixar umas massas.

  3. Pingback: cinco dias » O que se passa com Esta Esquerda?

  4. A questão nesta altura do campeonato é saber se ainda é relevante saber quem governa. “Esquerda”, “Direita”? Existem diferenças reais neste quadro político?

Os comentários estão fechados.