Anti-G8

Em 2001 em Génova, Berlusconi ordenava a construção de muros e barreiras, colocava a sua polícia a disparar sobre manifestantes de todo o mundo, pagava enormes telas para esconder a pobreza e a cidade real, para que os donos do mundo determinassem as políticas que conhecemos. Carlo Giuliani foi morto, muitos manifestantes foram presos, torturados e espancados até que cantassem hinos fascistas nas tristemente célebre caves da prisão de Bolzaneto e na Escola Diaz.
Oito anos depois um novo G8 em Itália, em Aquila.
Já houve 66 detidos, em Roma há manifestações por todo o lado e há uma convocatória para uma marcha até à prisão.

A ver ou ouvir: Radio Onda Rossa e Indymedia G8

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , , . Bookmark the permalink.

5 Responses to Anti-G8

Os comentários estão fechados.