A. Gomes acha “razoável” que o seu partido rejeite a sua conduta, por isso mantém-na alegremente

A socialista Ana Gomes, já eleita para o Parlamento Europeu mas candidata do partido à Câmara de Sintra, considera «razoável» a decisão do PS de não permitir duplas candidaturas às legislativas e autárquicas. 

Em declarações à TSF, Ana Gomes admitiu que a decisão anunciada, sexta-feira, pela direcção socialista e já contestada, por exemplo, por Leonor Coutinho, seja uma consequência da polémica que surgiu nas eleições europeias.

«Depois da especulação perfeitamente demagógica que foi feita a propósito da minha candidatura e da deputada Elisa Ferreira às eleições europeias e às câmaras, acho que é uma decisão razoável por parte do partido», afirmou.

Ridículo, não? Aceitar que o partido, de futuro, não admita situações como a sua, mantendo-a A. Gomes em jeito de “opção pelo seguro”: pretende a “socialista” sempre um dos dois cargos (até porque sabe que numa das eleições irá ser ridicularizada) a que se candidata. Digna seria só uma opção, obviamente: recusar agora o lugar do Parlamento Europeu e lutar por Sintra, aceitando a presidência e, perdendo (o que irá acontecer por larga margem), assumindo o cargo de vereadora. Porque não o faz? Seria também servir a causa pública, não?

Ah, a oposição é demagógica. Mas sabe-se que não, não é a oposição – são os eleitores de Sintra, senhora Gomes, que lhe vão dar o merecido resultado, esses é que são demagogos genuínos.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 respostas a A. Gomes acha “razoável” que o seu partido rejeite a sua conduta, por isso mantém-na alegremente

  1. luis t. diz:

    Senhora Gomes, esta Gomes, lembra-me o Fernando, que não o da bola, o outro, que abriu a porta da traição ao Rio, que não o Douro, o outro, do ppd

  2. quinta do infantado diz:

    Infelizmente Sintra está entregue a um irresponsável, que para além de ter votado Queluz ao abandono, ter defendido as linhas de Alta Tensão no Monte Abraao,vai por total incompetência , fazer Sintra perder a classificação da Unesco como património da Humanidade.

    E é este péssimo autarca que tem ganho eleições á custa do meu Benfica, de seu nome Fernando Seara , que possivelmente derrotará a Ana Gomes.

    E isso não pode ser motivo de regozijo para todos aqueles que amam Sintra.

  3. Chico da Tasca diz:

    Votou Queluz ao abandono e todo o concelho de Sintra. O Seara é uma espécie de Guterres, um panhonhas da cabeça aos pés. Óbviamente vou votar na Ana Gomes, a menos que apareça outro com melhor programa, e que não seja comuna nem bloquista.

    Eu acho que o PSD deveria de ter vergonha de tornar a candidatar o Seara para mais um mandato. É um total desrespeito por quase 500 mil pessoas, que hoje vivem num concelho em total inercia, por via de um presidente e de uma equipa camarária totalmente inoperante e incompetente.

  4. Zorro diz:

    Lá esta!

    Por isso, desde a autodeterminação do Povo de Timor-Leste, que lhe chamo, a Vaca-que-Ri.

    E venham daí dizer que não tenho tido razão.

  5. luis t. diz:

    O Seara em Sintra, o Raposo na Amadora, dois liquidacionistas. O segundo esmerou-se a desfazer tudo o que existia no campo cultural na Amadora, caso paradigmático foi a Bienal de Gravura da Amadora, que na última edição foi boicotada pelo cavalheiro e os seus acólitos…Não tenho esperança que a situação se altere. (por mim mudava, mas lá em casa só temos 3 votos…)

Os comentários estão fechados.