Insurgentes não querem ir para o Brasil

Bruno Garschagen continua o discurso de Carlos Guimarães Pinto, de que o Luís aqui fala, com elevado brilhantismo. Esta é a militância insurgente por um país de contabilistas, accounters, marketeres, brokers and so forth, livre de artistas e pessoas de cultura. Fica a pergunta a Bruno Garschagen, qual será a expressão da Música Popular Brasileira (MPB) nas exportações do Brasil?

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.