Há coisas fantásticas, não há?

Na carta rogatória da Serious Fraud Office eram identificados dez suspeitos:
1. Sean Collidge
2. Gary Russell
3. Jonathan Rawnsley
4. Rick Dattani
5. Charles Smith (já foi ouvido e constituído arguido pela justiça portuguesa)
6. William (Billy) McKinney Jnr
7. José Sócrates
8. José Marques (já foi ouvido e constituído arguido pela justiça portuguesa)
9. João Cabral (já foi ouvido pela justiça portuguesa) (*)
10. Manuel Pedro (já foi ouvido e constituído arguido pela justiça portuguesa)
A Carta Rogatória

(*) Embora haja várias notícias que o dão João Cabral como arguido, o seu nome não consta na lista de seis arguidos confirmada pela justiça portuguesa.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

1 Response to Há coisas fantásticas, não há?

Os comentários estão fechados.