Alguém me ajude, sff

Não vi a entrevista de José Sócrates à SIC e SIC Notícias.
Não consegui, é problema meu, enfim, mudei de canal pouco tempo depois do início.
Não terei talvez legitimidade para o criticar. Provavelmente.
Mas uma frase retive – li-a algures. Disse J. Sócrates que entre ele e a líder do PSD há uma “diferença de mundividência”.
Alguém me ajude, portanto. Quando fala em “mundividência”, o primeiro-ministro refere-se a quê?

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

18 respostas a Alguém me ajude, sff

  1. Aristes diz:

    Sócrates assume erro de investir pouco na cultura. Portanto não lhe exijam que perceba essas minudências.

  2. m diz:

    oh , refere-se à maya e a vidência nas folhas , cartas , borras , etc e tal , do mundo dos videntes : mundo vidência ( assim separado : mundo e vidência , já dá para perceber?). é que ele vai à maya e a nela ao zandinga. há uma diferença. a maya usa cartas e o zandinga búzios. e entre cartas e búzios há toda uma diferença de vidências.

  3. Zorro diz:

    Duvido que vá investir mais em cultura, dado que da última vez que foi ao cinema levou com um coro de assobios, que tão cedo não irá esquecer nem querer repetir.
    Quanto à mundividência, certamente é porque ele acha que a tem, mas não tem nem a ínfima parte da sua adversária.
    Palhaço mentiroso é o que ele é.
    Por Portugal, Sócrates RUA JÁ!

  4. R. diz:

    Mundividência é… mundividência, ora!
    😉

  5. Pedro Martins diz:

    Ele não disse mundividência. Disse: mundivisão. Mundivisão, significa uma visão que se tem sobre o mundo, no fundo, de tudo aquilo que nos rodeia. Há visões provincianas como também as há mais cosmopolitas. Há mundivisões relativistas, universalistas, progressistas, retrogadás,etc,etc. Sócrates deu exemplos: Ele nunca diria que o casamento é para a procriação.
    Carlos Vidal, desculpa-me a franqueza, mas tu és um bocado limitado.

  6. Carlos Vidal diz:

    Claro, Pedro Martins,
    muitíssimo mais limitado que Sócrates.

  7. Su diz:

    O meu diagnóstico pende mais para mundiopia ou mundistigmatismo ou mesmo mundaratas. Uma coisa é certa, a forma como parece ver é tudo menos nítida…

  8. carlos graça diz:

    ” Para entendermos um maior número de coisas, é necessário aprendermos a olhar para longe de nós próprios; é a dureza exigida a todo o escalador de montanhas.” F. Nietzsche

  9. O mundo de Sócrates é uma retro-projecção. Há um delay que permite vê-lo a sorrir quando efectivamente está furibundo. Continuo à espera de Godot…

  10. António Narciso diz:

    Mundividência quer dizer “conceito ou visão do mundo”. Portanto, José Sócrates quis dizer tudo e não quis dizer nada. Tem de ser mais objectivo – comparar o seu conceito e a sua visão com a de Ferreira Leite – e só assim entenderemos o que quis dizer. De ourtra forma, é uma espécie de como quem diz, mas não é, antes pelo contrário.

  11. matilde diz:

    o home é mais viajado, mais lido, mais poliglota, mais moderno, mais novo, tem mais cabelos brancos, sofre mais pela pobreza no mundo, chora ao ouvir os violinos de xopan, tosse convulsivamente quando tem tosse convulsa, não brinca aos políticos, nem às políticas, gosta do azul do magalhães e do negro do seu futuro, gosta de pipocas ao almoço e ao jantar, gosta de xiqueletes de sabores exóticos, destacando o de xarope para a tosse, fuma e não fuma, gosta de ser moderno e acabar com a brincadeira e as brincadeira acabam quando ele chega… chega?

  12. Franco diz:

    Há uma campanha de ódio, de maldicência e de insulto, por parte dos partidos da oposição e seus apoiantes, que nada tem a ver com as políticas deste governo, nem com os resultados dessas políticas. Tem apenas a ver, no caso do PSD e do PP, com a sua ambição de chegar ao poder e no caso do PCP e do BE, com a sua vontade de engordar junto do eleitorado. Eu não digo que não possa haver alternância democrática de poder, o que digo é que os métodos actualmente usados para lá chegar são pura e simplesmente abjectos.

  13. Zorro diz:

    Caro Franco,
    Sem dúvida, os métodos usados pelo PS para literalmente queimar o governo do Santana Lopes e do Paulo Portas são abjectos, pois eles estavam a governar bem, e os factos apresentados e infinitamente repetidos na imprensa xuxa na altura prendiam-se apenas com a vida pessoal de um deles. O que o PS fez foi indigno de um partido que se considera democrata.
    E quem é que não consegue criar estabilidade ao governo, estando na oposição?
    Este PS só tem feito trapalhadas, encoberto inúmeros casos de corrupção, dominado o país ao melhor estilo de um bando de mafiosos, alterado leis para defender criminosos e feito uma lavagem às consciências dos portugueses para aceitarem o inaceitável, que é a sua falta de pudor. O PS tem-se mostrado um partido de libertinagem que perdeu referências éticas e morais que têm que ser os pilares, as bases de um país honrado e não vendido ao melhor preço.
    Têm de pagar pelo que andaram a fazer.
    Não temos pena!

  14. fernando rosa diz:

    entre o sócrates e a mané, venha a mundivindencia e escolha!!!

  15. Franco diz:

    Caro Zorro, Não foi o PS que queimou o governo Santana Lopes/ Paulo Portas, nem mesmo que quisesse teria força para o fazer, envolto que estava no escândalo de pedofilia. Das acusações que faz, aquela com que estou de acordo, é a acusação de libertinagem, da qual o último exemplo é a proposta de casamento homosexual. As outras acusações são comuns aos outros partidos também, nomeadamente ao PSD. Eu também acho que o país precisa de uma reforma ética e moral, mas o PSD para poder contribuir para esse objectivo deve lutar pelo poder com verdade, não com mentiras, insultos ou calúnias.

  16. Franco diz:

    Caro Zorro, Não foi o PS que queimou o governo Santana Lopes/ Paulo Portas, nem mesmo que quisesse teria força para o fazer, envolto que estava no escândalo de pedofilia. Das acusações que faz aquela com que estou de acordo é a acusação de libertinagem, da qual o último exemplo é a promessa de legalização do casamento homosexual. As outras são comuns aos outros partidos, nomeadamente ao PSD. Eu também acho que Portugal precisa de uma reforma ética e moral, mas penso que o PSD, para poder contribuir para esse objectivo, deve lutar pelo poder com verdade e não com mentiras, insultos ou calúnias.

  17. Zorro diz:

    Caro Franco, Prontos, não foi só o PS que montou uma campanha negra ao governo anterior, foi também a imprensa rosa. É por isso que os governos têm que mudar muitas moscas porque senão, estas fazem-lhes a vida negra! E na altura do Governo do Guterres eles foram especialmente inteligentes em criar lugares chave (não públicos) para meter imensas moscas e dificultar imenso a vida a qualquer governo que não fosse deles.
    Não há palavras para descrever estes socialistas.
    Atenção, eu sou monárquico, quanto muito, nacionalista, pelo que apenas votei PSD como voto útil para correr com estes sanhudos.

  18. WALTZ diz:

    ZORRO, prontos, pá. Nós sermos burros mas entendermos. OK?

Os comentários estão fechados.