Reparem bem, depois vejam

vcanas

Reparem nesta fotografia (picada do Activismo de Sofá, que também comenta esta notícia da TSF). É uma individualidade. Vejam-lhe a pose, digna, séria, mas simples e sem forçar qualquer falsa majestosidade, humana e responsável em suma. Irrepreensível, numa palavra. É um socialista. Bom, não, não é bem assim. É, ao invés, um membro do PS (e eu não sei se esta coisa tem algo a ver com socialismo ou mesmo com outra coisa qualquer que ela seja). Não é bem um socialista, portanto, é antes uma destacada figura do PS. Não confundir ambos os pontos. É Canas, de seu nome, e garante que o PS não admitirá nenhuma audição parlamentar quer a Lopes da Mota (famosa individualidade da justiça em Portugal e na Europa), quer ao ministro Alberto Costa. Não admite ou não viabilizará, pois o PS (“socialista”, por assim dizer), não aceita intromissões no funcionamento da justiça. É isso mesmo que alegadamente Lopes da Mota terá feito, mas, se o fez, ele podia fazê-lo. Agora a Assembleia da República, nunca!

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

13 respostas a Reparem bem, depois vejam

  1. Enojado diz:

    Vou responsabilizá-lo, Carlos, pelo vómito que me acometeu ao deparar com tal foto.
    É certo que já tenho tido o desgosto de passar na rua pelo sujeito em causa; mas sempre virei a cara ou mudei de passeio.
    Aqui, foi de chofre.
    Não se faz isso a um pobre leitor do “Cinco Dias”.

  2. Carlos Vidal diz:

    Caramba, Enojado, você tem toda a razão.

    Por isso é que tive de escrever o post acima logo de imediato e de, no título, dizer que não gostei nada “disto”.
    Nada mesmo.
    Um abraço.

  3. almajecta diz:

    bravo, após ter visto, reparo ser a marquise de merteuil agarrada ao bell roche.

  4. Teodoro Silva diz:

    O PS, ao contrário do que muitos ainda pensam, já deixou de ser partido socialista. Agora, com o menino d’oiro e seus apaniguados, passou a ser o Partido “Silenciador”, isto é, silencia tudo quanto lhes convém.

  5. Paulo Ribeiro diz:

    é a fotografia de um verdadeiro campeão. do melhor que a sua geração foi capaz. ó carlos vidal, então, assim tão derretido pelo vitalino canas? é o que dá, ter um gosto demasiado proletário e estar demasiadas horas, especado, à frente de um ecrán – com uma cerveja na mão. depois dá-lhe para isto: namorar politicos pequeno-burgueses, com óptimo aspecto. bem nutridos, ainda por cima! nem quero pensar no que vexa pensa, do tosão d’oiro, o cebolinha, o próprio do castro rangel! deve ir às nuvens, hem?

  6. Carlos Vidal diz:

    P. Ribeiro, você, além de socialista, é gay não é?
    É que eu só consigo ver no homem um político, pá, como dizer ?…..

  7. Paulo Ribeiro diz:

    eh pá! quem desdenha… e tanta insegurança: o meu amigo é comunista, mas não é socialista. é comunista, mas crente em deus. é comunista, mas, ainda assim, tem não sei o quê contra os gays. que raio. quanto ao resto, não, não sou gay. e socialista, só às vezes.

  8. Carlos Vidal diz:

    Percebi tudo o que disse PRibeiro.
    Menos a última frase: “socialista, só às vezes”. Como é que é isso?
    Nacionaliza esta semana, desnacionaliza a mesma coisa prá semana?… Não entendo. É do PS?, ou mais coisa menos coisa?

  9. Nós no PNP não temos por costume denegrir a imagem de ninguém muito menos dos que a mãe natureza não quiz bafejar com um visual menos atraente aos olhos de outros que poensam ser melhores ou mais bonitos.

    É deselegante e mesquinho, muito próprio dos
    Paises latinos e mesquinhos que devido e estas e outras coisas nunca passam do medríocre………..

  10. almajecta diz:

    não me parece mal, contudo não tem poder suficiente para alterar a relação de forças, desproporcionada, como quase tudo hoje em Portugal, pelas vergonhosas pusilanimidade e promiscuidade das elites e pela (ainda…) abulia do povo.

  11. almajecta diz:

    tá tudo a passar-se, fixe carlos, não há neo realismo, DÁDÁ, politicamente correcto e responsabilidade que aguente, ou outro qualquer blog tão livre e democrático como este. Bravo.

  12. Carlos Vidal diz:

    Ó Grande Jecta, já viste bem?, com o Freud é que a malta não atina, não é?
    Bom, e eu também não, prefiro a Nicole.

Os comentários estão fechados.