Declaração de interesses bloguísticos

Alguém dirá que gosto de agradar a Deus e ao Diabo! Sou assim: uma tendência exagerada para o consenso. E para a utopia!
Mas nesta história das guerrilhas entre blogs, o meu namorado perguntou-me, simplesmente, uma coisa: “mas afinal, de que blog gostas?” E respondi-lhe: “não gosto de blogs, gosto de bloggers!”
Por isso aqui fica uma lista possível… de um blog colectivo que gostava que existisse com estas pessoas: os meus amig@s querid@s Ana Cristina Santos, Bruno Sena Martins, Eduardo, Filipe Moura, Miguel Vale de Almeida, Nuno dos Santos Carneiro e Sérgio Vitorino. Acrescentaria alguns bloggers que conheço e que admiro pela sua escrita (e desenhos): Ana Matos Pires, Daniel Oliveira, Eduardo Pitta, Elísio Estanque, Fernanda Câncio, Luís Januário, Nuno Ramos de Almeida, Pedro Vieira, Rui Bebiano e Sara Martinho. E outros que não conheço mas que cujas leituras (e vídeos) me enriquecem: António Figueira, Inês Meneses, João Branco, Luís Rainha, Palmira F. Silva, Ricardo Santos Pinto, Tiago Mota Saraiva e Zé Nuno.

Já agora, gostaria de ter como comentadores residentes deste blog colectivo – o meu sonho!!! – esses “enfant terrible” desta esfera pública virtual que são Carlos Vidal e Rogério Costa Pereira.
E vocês que blog colectivo fariam? Eu tenho esta utopia!

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

10 respostas a Declaração de interesses bloguísticos

  1. Ó Paulo Jorge, não sejas parvo. Aquela gente toda mistuada, incluindo eu? Era para andar tudo à batatada.
    Quanto ao comentador Rogério, não podia estar mais de acordo.
    E do Paulo Pinto, esqueceste-te?

  2. Carlos Vidal diz:

    Atenção Paulo Jorge Vieira,
    para isto dos consensos não basta ter tendência, querer fazer, e muito menos achar (ou melhor, ser o próprio a achar) que sabe fazer ou produzir a coisa consensual (ou o consenso).

    E para agradar a Deus e ao Diabo, então, isso é muitíssimo mais difícil.

  3. Paulo Jorge Vieira diz:

    carlos perdi-me no teu texto…
    consensos mais do que tendência tenho muita alguma práctica!

  4. Carlos Vidal diz:

    Logo vi, com a “práctica” também não se vai lá.
    Não se vai mesmo a lado nenhum.
    A não ser que haja aí uma referência ao “pracista”, que é, como deverás saber, um vendedor por grosso a tudo quanto é retalhista.

  5. Paulo Jorge Vieira diz:

    .

  6. Carlos Vidal diz:

    Graças a Deus.

  7. Manuel da Mata diz:

    E eu não faço parte da lista porquê? Venho aqui comentar de borla,
    em português escorreito, não agrido ninguém e é esta a paga?
    Isto não se faz a quem esteve com o Bebiano na tropa.

  8. Manuel da Mata diz:

    E o Pedro Correia, senhor?

  9. Pedro diz:

    Eu acho porreira a selecção do Paulo Jorge Vieira. Olhem, por exemplo, o Carlos Vidal dá um muito útil corrector ortográfico.

  10. Pingback: Declaração de interesses: O meu blogue colectivo ideal |

Os comentários estão fechados.