Ai a crise! Ai a crise! Ajudem-nos que vai para aqui uma crise…

Lucro trimestral do BCP sobe 625%, para 106,7 M€

O Banco Comercial Português (BCP) obteve 106,7 milhões de euros de lucro no primeiro trimestre, mais 625% do que os 14,7 M€ registados um ano antes, informou esta segunda-feira o maior banco privado português.

Diário Digital

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

11 respostas a Ai a crise! Ai a crise! Ajudem-nos que vai para aqui uma crise…

  1. Teodoro Silva diz:

    Como dizem lá na minha aldeia: – se eu percebo alguma coisa disto, vou ali e já venho !

  2. LR diz:

    «O aumento dos lucros do BCP está relacionados com os itens extraordinários. Se, no primeiro trimestre de 2008, o banco registou uma imparidade de 131,2 milhões de euros devido à participação no BPI. Neste primeiro trimestre, os resultados incorporam “o registo da valia apurada com a dispersão a novos accionistas do capital social do Banco Millennium Angola, no montante de 21,2 milhões de euros”, revela o comunicado enviado para a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).
    Descontando estes dois efeitos, o BCP registou um lucro de 85,5 milhões de euros no primeiro trimestre, menos 35,6% do que o valor arrecadado em igual período de 2008 (132,7 milhões de euros).»

    http://www.jornaldenegocios.pt/index.php?template=SHOWNEWS&id=367258

  3. Tiago Mota Saraiva diz:
  4. Cuidado, isso é bota-abaixismo. vejam o novo outdoor de Vital Moreira: http://bit.ly/FZfJ9

  5. maria monteiro diz:

    Vou mais pelo que disse Jerónimo de Sousa
    “Alerto para que não embarquem em provocações, há situações de conflito que devem ser evitadas”
    a atitude a manter nas campanhas eleitorais deve ser “de força, mas com serenidade democrática”

  6. Helder diz:

    O preocupante de tudo isto é a atitude homicida do ministro das fianças quando cobra os impostos aos portugueses honestos e com dificuldade, em vez de lhe facilitarem a vida possibilitando para que possam trabalhar e honrar as dividas fiscais, os algozes funcionários das finanças tomam logo a iniciativa de penhorar tudo o que podem para poderem matar mais depressa os contribuintes faltosos. Claro que os funcionários públicos nunca passam por estes sustos: trabalham onze meses e ganham catorze para o resto da vida… Os desgraçados daqueles desgraçados dos recibos verdes e dos trabalhadores de empresas privadas vivem em permanebte sofoco. Não é demagogia é a realidade duma classe média sofredora… E os bancos têm o aval do governo, pago com os nosso impostos, para manter os lucros e assim a nossa economia vive alegremente com os especuladores e traficantes a lavar o dinheiro sujo.

  7. a.pacheco diz:

    Entretanto o Berardo e o seu sócio Horacio Roque do Banif, fecham o Hotel Savoy na Madeira , e mandam para a rua 100 trabalhadores alguns com 40 anos de casa.

    Este Berardo , até teve a lata de dizer , que custou lhe muito, pois os trabahadores era como se fossem da familia.

    Se ele trata assim a familia……

  8. Luis Moreira diz:

    Ali no aventar pergunto o que terá levado os homens do PS a controlar o BCP? Se está bem e lucrativo…

  9. Em boa verdade vos digo… já vi revoluções a começar por menos que isto…
    Mas somos de brandos costumes, não é o que dizem?

    Ou, pelo menos… até quando ?

  10. Não é à toa que há quem defenda que os/as histéricos(as) são profundamente adaptativos(as).

  11. Paulo Ribeiro diz:

    sofia, quais histéricos? então a menina não sabe que somos, ao invés, uns rematados furiosos? o reviralho mais esquerdista, rasga as vestes só de ouvir a palavra “lucro”. mas ao contrário do histérico, do louco, daquele que desata a distribuir metralhadas e a correr politicos à pistola, só sabe pegar no cartaz (daquele de enfiar pelo pescoço, género bata de hospital) e toca de mandar post para a net. aí, ai jesus… mata-se tanto… tanto… tanto! mas o rolando palma (nome patusco) e o carlos vidal são diferentes, ali, vislumbra-se um pouco de loucura! desses digo eu: já vi começar por menos…

Os comentários estão fechados.