Rico homem



José Sócrates é um dos clientes da mais exclusiva (e cara) loja de Beverly Hills onde só entra um cliente de cada vez, com hora marcada e todo o staff de empregados à sua disposição.

Esta notícia já tem alguns dias, e desde que a li esperei um desmentido. Não aconteceu.
Ao que consegui apurar o salário base de um primeiro ministro em Portugal ronda os 5.500 €. Uns dirão que é uma exorbitância, mas para que se perceba o contexto, é cerca de metade do correspondente vencimento do primeiro ministro grego. Ao cidadão José Sócrates, nos últimos 15/20 anos da sua vida, não se conhece grande actividade empresarial ou assalariada para além dos vencimentos de deputado, secretário de estado e ministro (sempre inferior à remuneração de primeiro ministro).
A loja que veste Sócrates, Bijan, é uma das mais exclusivas do mundo. De acordo com a I “um par de meias custa 50 dólares (37 euros) e um fato completo pode chegar aos 50 mil dólares (37 mil euros)”.
Se é justo dizer que ninguém tem nada a ver com as despesas que o cidadão José Sócrates faz com a sua roupa, é vital para a nossa democracia e para a credibilização da acção dos titulares de órgãos de soberania, que se dê todos os instrumentos à justiça para que possa averiguar eventuais fenómenos de enriquecimento. Estando em crer, que todos são pessoas de bem, retirava-se esta áurea cinzenta e de soberba que paira sobre os titulares de órgãos de soberania.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

19 Responses to Rico homem

  1. Pingback: União Nacional dos Imbecis at Aspirina B

  2. Pingback: Bijan, Beverly Hills – A loja preferida de José Sócrates « Aventar

Os comentários estão fechados.