ler para relaxar!

No final desta tarde de domingo resolvi – para relaxar – começar a ler o livro que o meu companheiro me ofereceu ontem na Feira do Livro: “Epistemologias do Sul“. Estamos perante um volume colectivo constituído por um conjunto de ensaios de investigadores procedentes, na sua maioria, dos estudos pós-coloniais, e organizado por Boaventura de Sousa Santos e Maria Paula Meneses.
Folheei o livro várias vezes, coisa que gosto de fazer nos primeiros dias na posse de um destes objectos. Depois comecei a ler, e parei a pensar, nestas duas frases retiradas das primeiras páginas da introdução e da autoria dos organizadores:
“Toda a experiencia social produz e reproduz conhecimento e, ao fazê-lo, pressupõe uma ou várias epistemologias. Epistemologia é toda a noção ou ideia, reflectida ou não, sobre as condições do que conta como conhecimento válido. É por via do conhecimento válido que uma dada experiência social se torna intencional e inteligível. Não há, pois, conhecimento sem prácticas e actores sociais. E como umas e outros não existem senão no interior de relações sociais, diferentes tipos de relações sociais podem dar origem a diferentes epistemologias.

(…) Por que razão, nos dois últimos séculos, a epistemologia dominante eliminou da reflexão epistemológica o contexto cultural e político da produção e reprodução do conhecimento? Quais as consequências desta descontextualização? São hoje possíveis outras epistemologias? ” (pp.9/10)

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , . Bookmark the permalink.

Uma resposta a ler para relaxar!

  1. Deontologia dos jornalistas portugueses e controleiros do sistema. Ler aqui: http://bit.ly/hls3

Os comentários estão fechados.