Chamem-lhe parvo (II):

Cavaco recusa utilizar Conselho de Estado para discutir “políticas sectoriais”.

O facto de poder ter uns quantos pedidos de levantamento da imunidade de uns quantos conselheiros de estado, também não deve ajudar.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.