Isto sim é jornalismo

Nada a fazer. O caso Freeport descambou de vez numa ópera bufa em que jornalistas, políticos e homens de nogócios esconsos se entrecruzam em coreografias cada vez mais intrincadas. Agora, surge o DN a esclarecer tudo: os advogados da empresa acusada de corromper autoridades em Portugal vem garantir que nada se passou. Ah, pronto. Se os advogados do putativo corruptor dizem isso, já ficamos mais descansados.
E vai aparecer cada vez mais malta a propalar a teoria do burlão sortudo: Smith terá sacado umas massas sem corromper ninguém, sendo apenas coincidência que o Freeport fosse aprovado como sabemos – por um governo de gestão, no meio de confusões mil e por gente que depois até veio a trabalhar para um dos envolvidos.


Auto-gamado daqui

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 respostas a Isto sim é jornalismo

  1. táva a ver que ninguém reparava no extraordinário “no way jose”, caraças. e por falar em auto-gamado, as pass e tal…

  2. Luis Rainha diz:

    Eu continuo a usar chave alheia. E a casa permanece um pouco caótica…

  3. Algarviu diz:

    Essa do “no way jose” deve ser uma expressão idiomática usada numa certa cadeira de Inglês Técnico de uma certa universidade frequentada por um certo aluno.

    Ou então usada muito usada em Mouse Square.

  4. carlos graça diz:

    “…o mundo ao contrário…”, Xutos

Os comentários estão fechados.