“b(us)ílis”

jesse_metcalfe

“se um homofóbico não tolera alguém que, sem o ter escolhido, é homossexual, por que razão hei-de eu tolerar alguém que, após supostamente ter reflectido sobre o assunto, escolheu ser homofóbico?”

obrigado Filipe

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

11 respostas a “b(us)ílis”

  1. Gourmet diz:

    Bom comómilho…

  2. Ze T. diz:

    Fóbico remete para reacções não racionais, patológicas. Mas, se alguém, após muita reflexão achar a homossexualidade nociva está no seu pleno direito. Se Vc tolera ou não é outra questão. Mas é um direito de cada um achar o que bem entender sobre seja o que for, expressá-lo e defendê-lo por todos os meios legais.

  3. Fobias à parte, o “Last Breath” é um blogue notável – talvez o segredo mais guardado da blogosfera portuguesa.

  4. Paulo Jorge Vieira diz:

    exacto Filipe. é um bom blog que me fez pensar um pouco… obrigado pela dica de novo

  5. joão gaspar diz:

    pssshiiiu! já me estão a estragar o segredo. 😉

  6. joão gaspar diz:

    ah, e em relação à homofobia (que é coisa que me lixa os nervos), passo a citar um amigo, que em comentário à minha bílis resumiu de forma brilhante a questão:

    “a homofobia é uma mariquice.”

  7. Paulo Jorge Vieira diz:

    obrigado joão pela frase maravilhosa…

  8. Paulo Jorge Vieira diz:

    nem mais!

  9. Paulo Jorge Vieira diz:

    nem mais!

  10. ah, e em relação à homofobia (que é coisa que me lixa os nervos), passo a citar um amigo, que em comentário à minha bílis resumiu de forma brilhante a questão:

    “a homofobia é uma mariquice.”

Os comentários estão fechados.