DVD Freeport: as imagens da acusação

Charles Smith chama corrupto a Sócrates (um vídeo da TVI24, via Ricardo do aventar.eu)

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

7 respostas a DVD Freeport: as imagens da acusação

  1. ce diz:

    Esqueça.. esta coisa de só partidos se poderem apresentar a eleições fazem com que coisas destas não passem de fait divers , afinal eles , mesmo com produtos PÈSSIMOS , têm o monopolio do mercado eleitoral. e como todos por lá ganham dinheiro ( mesmo os que nunca governaram o país- há sempre para lá umas autarquias) , todos calam , todos consentem , mesmo que finjam , para inglês ver , que protestam.

  2. jacuzzi diz:

    e onde e’ que anda o comentador que andava por ai’ a dizer que o video anterior era montagem da TVI, que eram figurantes? Mais um prego no caixao.

  3. Patricia diz:

    Se fosse fácil provar que é o Sr.Smith que aparece no video que está a dizer aquilo que ouvimos,a esta hora Sócrates já o tinha processado.Este video apresentado agora desta forma como da anterior,de acordo com a lei portuguesa não serve de elemento de prova.Podemos discutir se é montagem ou não,contudo isso não nos leva a lado nenhum.Já as declarações que desconhecemos e bem,vista estarem em segredo de justiça,que o Sr Smith proferiu quando foi ouvido e constituido arguido é que podem ser importantes para o processo.

  4. Nuno Ramos de Almeida diz:

    Patrícia,
    De facto, é estranho Sócrates não ter ainda processado, como dava a entender no comunicado, Charles Smith. Estranhíssimo, não é?

  5. carlos graça diz:

    Ainda estou para ver, que volta é que estes malandrecos vão tentar dar, para, mais uma vez, não haver políticos na cadeia (há até alguns que terão o desplante de dizer que, se isso acontecesse, era mau para a imagem do País, e como tal, não senhora, não pode ser)… Às tantas, ainda vai aparecer o Smith a dizer ( porque talvez tenha sido induzido a isso), que inventou aquilo tudo, e que quem ficou com o dinheiro foi ele…
    Não vai ser fácil colocar Portugal tido como um País onde as instituições judiciais efectivamente funcionam, e, realmente, não sei que posso eu fazer para contribuir para a mudança… alguém tem idéias?…

Os comentários estão fechados.