A lista dos funcionários do PS [aditado]

Para sua tranquilidade, Vital Moreira já não se encontra sozinho. A lista dos candidatos do PS às eleições europeias do PS foi ontem revelada. Curiosamente, os blogues corporativos do PS, aquando da apresentação da lista da CDU, rapidamente deram eco ao comentário de JTeles alertando o país para a elevada presença de professores e investigadores nessa lista, e Paulo Pedroso postando um email recebido de uma fonte fiável, lamentava a falta de representação operária na lista. É bem sabido o que este PS pensa sobre os professores, ou a investigação científica, e como aprecia gente que realiza licenciaturas sem se aproximar muito das universidades.
Contudo, esperaria que o entusiasmo com que comentaram a lista da CDU derivasse em pulos de júbilo e de floridas prosas sobre a arte e o argumento da lista apresentada. Mas ainda nada.
Ora, se se qualifica a lista da CDU como a lista dos professores, então a lista do PS só poderá ser entendida como a lista dos funcionários do PS. À excepção de Vital, entre eurodeputados que se recandidatam, candidatos a autarquias, deputados, e um ex-ministro, todos desempenham (ou desempenharam recentemente) cargos públicos ou partidários por nomeação (ou eleição) determinada pelo PS.

Aditamento 1: E se o PS desse o exemplo, indo buscar aos centros de emprego duas desempregadas para compor a lista, em vez de obrigar Elisa Ferreira e Ana Gomes a fazer duas campanhas esforçadas?

Aditamento 2: Correia de Campos aparece escondido no 5º lugar da lista. Assim não se põe em causa a sua eleição, mas também não se queima a lista.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 Responses to A lista dos funcionários do PS [aditado]

  1. Pingback: cinco dias » Funcionários do PS uni-vos!

Os comentários estão fechados.