Últimas: arquivamento iminente do processo Freeport?

O novo presidente do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público, João Palma, vai pedir uma audiência de urgência ao presidente da República Cavaco Silva. Nos últimos dias João Palma tem vindo a denunciar pressões sobre os magistrados, alegadamente relacionadas com o caso Freeport e que visam, segundo revelou o “Correio da Manhã” levar ao arquivamento do processo.

O Procurador-Geral irá falar amanhã, terça-feira sobre a investigação.
O Sindicato ainda emitirá um comunicado hoje.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

8 respostas a Últimas: arquivamento iminente do processo Freeport?

  1. José Ferreira diz:

    ò santa ingenuidade
    você ainda acredita no Correio da Manha ???

    Por cada 10 títulos bombásticos 8 são logo desmentidos !!!!

  2. Luis Moreira diz:

    Ó José Ferreira, as pressões devem vir da Cicciolina! E é no sentido de aprofundar o caso!Santa ingenuidade!

  3. almajecta diz:

    Tenho como certa que na continuidade da estratégia do:” deixá-los falar qu’eles calar-se-ão”, as raposas manhosas transmontanas e beirãs tudo acautelaram.

  4. Sejeiro Velho diz:

    Diz João Palma que os magistrados tem vindo a sofrer pressões no caso Friport. Pressões de quem? do Governo? Em que sentido? Acelerar ou retardar o processo?

  5. José Ferreira diz:

    Ainda o presidente do sindicato (?) não tomou posse e vai pedir uma reunião com o PR ???
    O PR ouve sindicatos ????

    E o comunicado do sindicato já saíu onde ????
    Premonições

  6. almajecta diz:

    Então Carlos, acautelaram ou não?
    Já estamos a desenvolver plenamente a própria subjectividade para a democracia encontrar a sua singular actuação. Mais experiência de interacção como a compra -venda, a transacção económica ou simplesmente o consumo.

  7. almajecta diz:

    Saíu simplesmente o consumo da lei mais aquela do 7.

  8. almajecta diz:

    Não sei porquê mas gosto de comentar aqui, este post tem qualquer coisa de sapiente, erudito, doutoral, grandiloquente. Talvez seja da grandeza literária que encerra, talvez.

Os comentários estão fechados.