Lei criminosa

Coro de críticas na aprovação da lei das armas

O PS absoluto decidiu aprovar a lei das armas com os votos contra do PCP, do BE e do PEV, e as abstenções do PSD e do CDS.
Entre outras coisas, a lei diminui a idade mínima para uso e licença de porte de arma para 16 anos, coisa que considero criminosa.
Não sei se o PS se dignou a justificar esta medida ou se algum dos seus deputados pensou um pouco para além da necessidade de satisfazer as vontades de quem vende e produz as armas. Este é mais um exemplo do retrocesso civilizacional que a maioria absoluta do PS tem imposto através de sucessivas reconfigurações legislativas.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 respostas a Lei criminosa

  1. ramalho diz:

    Aonde está o vital moreira?rapaz!tens q vir defender o sócas mentiroso!os coelhos,os finos e restante jana.

  2. Algarviu diz:

    O PS, pelos vistos, decidiu levar à letra o hino nacional: “Às armas! Às armas!”

  3. Agora sempre estou para ver com que legitimidade vão falar dos EUA!

  4. Paulo Ribeiro diz:

    legitimidade? nenhuma legitimidade! ai! o velho e redondo discurso da legitimidade. meu deus! outro argumento da legitimidade. então, eu cá prefiro, mas isso sou eu, com que ética ou com que moral se fala dos estados unidos da américa, hein!?

  5. Embora socialista, com esta lei, ficamos um pouco mais próximos dos EUA no que diz respeito às armas.

    Toda a gente sabe que uma sociedade em que as restrições a armas são leves, tornam-se sociedades violentas.

  6. Sejeiro Velho diz:

    Toda a gente sabe que uma sociedade em que as restrições a armas são leves, tornam-se sociedades violentas.

    Não é assim tão linear. No Canadá, por exemplo, há mais armas/habitante do que nos USA e a violência é significativamente menor.

Os comentários estão fechados.