Nova versão revista do anúncio da Antena 1

Anúncio da Antena 1 (de Maio)

vídeo do bloco de esquerda
(via João Romão)

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

7 respostas a Nova versão revista do anúncio da Antena 1

  1. Carlos Fernandes diz:

    O desemprego não é um tema de esquerda ou direita. Tal como a competência ou incompetência em manter/incrementar a produção nacional e evitar deslocalizações também não é um tema de esquerda ou direita. Há razões para pressionar e sair á rua e manifestar-se sim, mas não porque o governo é socialista ou social-democrata, mas sim porque é (muito) incompetente.

    Agora, aproveitamentos demagógicos da crise, sr. Prof. Dr. Louça e pares, creio que também os trabalhadores portugueses e os portugueses em geral os dispensam bem.

  2. José Oliveira diz:

    A retórica anti-empresários só tira credibilidade ao BE. Disfarçado de moderno, o Bloco não entende nem aceita a iniciativa empresarial. Os empresários são gordos e exploradores, culpados de todos os males, bla, bla, bla. Haja paciência! Que modelo defendem? Albânia? Cuba? O Estado e cooperativas como empregadores de 100% da populção activa?

  3. Algarviu diz:

    Essa de “empregadores de 100% da população activa” é ideia com pernas para andar.

  4. Camelo no buraco da agulha? diz:

    Esta versão está mesmo chic…

  5. Qual é a diferença entre criticar uma empresa por se deslocalizar para a Eslováquia, parceiro membro da U.E., (se falassem em Moldávia ou Marrocos seria diferente) e o “British jobs for british workers, ou ainda as recentes declarações de A.J.Jardim?

  6. Pedro diz:

    Não há cu para a vaga de comentários sobre a suposta “xenofobia” do BE. Comparar a crítica do encerramento de uma fábrica que tanto emprega portugueses como estrangeiros para ir explorar outro povo (ora isso não é condenável?) às tiradas xenófobas do PSD e CDS-PP (futuro parceiro de coligação do PS) só pode ser fruto de uma consciência pesada.

  7. Pingback: cinco dias » Irritações

Os comentários estão fechados.