História do Partido Socialista, segundo Darwin

Mário Soares visitou no passado mês a exposição sobre Charles Darwin na Fundação Gulbenkian. Entretanto, melhor do que ninguém, Pedro Penilo, no seu excelente e originalíssimo blogue “Que diz o pivô“, mostra-nos como Soares aplicou o darwinismo ao seu Partido (dito) Socialista, também conhecido como “PS”:
pivot1
pivot2
pivot3

E assim, deste modo, o “PS” se transformou no Partido Saudável, hino à saúde física, clean, branco, sem apetência por insultos nem campanhas negras.

jogging5

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 respostas a História do Partido Socialista, segundo Darwin

  1. publicas-me isto? diz:

    É pá este gajo imita um tipo que anda a correr pelo mundo fora a dançar sempre a mesma música e ninguem corre com ele. São os tachos e o grande medo dos cobardes nas eleições.

  2. Falando na “origem da espécie”, este PS pouco tem em comum com o original de Azedo Gneco. Faz-me recordar a zoológica apropriação do ninho pertencente a outras aves.
    Sempre que ouço Alegres ou Candais, fico seguro da descendência directa do partido do Costa, naquilo que os “democráticos” tinham de mau.

  3. Bia diz:

    Oi, achei muito legal seu blog, é a primeira vez que passo por aqui. Sobre darwin eu achei um site que tem umas curiosidades bem legais sobre ele, se voce quiser ver: http://www.natgeo.com.br/br/voce-sabia
    Valeu!

Os comentários estão fechados.