Todos os prémios

imagem do Ípsilon

Como no texto sobre o Zeca Afonso cheguei com dois dias de atraso, ainda a recuperar, coloco a notícia sobre a Medalha de Ouro da RIBA atribuída a Álvaro Siza Vieira. Aquele que durante muitos anos, a Câmara Municipal do Porto tentou que não projectasse para a cidade onde habita, foi ontem distinguido com mais um prémio. Longe da festa do Dubai, das torres de Nova York ou do XXL chinês, Siza Vieira, foi construindo a sua vida e o seu trabalho. Se tivesse nascido noutro país, teria por ventura mais obra, seria mais reconhecido e poderia ter participado de uma forma mais determinante nos destinos do seu país.
Siza Vieira merece todos os prémios.

Deixo aqui duas interessantes entrevistas:
– “Hail Siza” – Guardian 26.01.2009
– “Políticos escolhem quem ganha concursos para obr as públicas” – DN 24.08.2008

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

3 respostas a Todos os prémios

  1. oi diz:

    Se tivesse nascido noutro país o Siza não era o Siza

  2. Tiago Mota Saraiva diz:

    Oi, essa é uma afirmação interessantíssima, mas da qual não tenho a certeza absoluta.
    Diria com mais certeza que se Siza não vivesse no Porto ou não tivesse estudado no período que estudou não seria o Siza.
    A questão da identidade na arquitectura portuguesa, ou a portugalidade na arquitectura de Siza é uma coisa mais complicada e sobre as quais não tenho tantas certezas.

  3. Algarviu diz:

    Se tivesse nascido noutro país seria porventura mais reconhecido?
    O “problema” do Siza é ser comunista. Já têm que levar com um Prémio Nobel e ainda têm que dar o reconhecimento devido a Siza?!
    Há limites para tudo.

Os comentários estão fechados.