“O que faz falta”

Num tempo em que a corja topa da janela, em que os vampiros andam por aí de noite e de dia, em que os índios da Meia-Praia foram desalojados, em que a democracia é pouco mais do que por um bilhete numa urna de quatro em quatro anos, e dois dias depois ter passado vinte e dois anos da tua morte: o que faz falta…

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

Uma resposta a “O que faz falta”

  1. O QUE FAZ FALTA, É NÃO DEIXAR O COMODISMO TOMAR CONTA DE NÓS E DEFENDERMOS O DIREITO A UMA VIDA DIGNA, QUE MUITOS EM TEMPOS ANTIGOS PAGARAM COM A VIDA.
    VIVA O HOMO SAPIENS (PENSANTE)
    NÃO AO HOMO BIOS (ANIMAL)
    AS MAQUINAS QUE FAZEM A VÊS DO HOMEM NÃO COMPRAM CERTOS PRODUTOS, É SÓ UMA QUESTÃO DE TEMPO PARA SE MUDAR DE ATITUDE.
    O TEMPO É O MELHOR PROFESSOR, PENA É MATAR OS ALUNOS.

Os comentários estão fechados.