a origem da guerra

lorig

Será que somos apreendidos?
Se existisse uma polícia na internet!
Aqui está a partir de Courbet uma obra feita pela artista plástica Orlan

Inspirée par le tableau L’Origine du Monde de Gustave Courbet (acquise par le Musée d’Orsay en 1995), cette oeuvre présente un gros plan du bas-ventre d’un homme, les jambes écartées, le sexe en érection. Grâce aux moyens de la photo et des logiciels de retouche, Orlan détourne l’oeuvre tout en reprenant exactement le même format (54x46cm), la même composition et la même tonalité colorée. Elle accentue encore le détournement parodique en replaçant le nouveau “tableau” dans un cadre baroque.
daqui

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

9 respostas a a origem da guerra

  1. Gosto mais do original, do Courbet.
    Será que sou normal?

  2. o original é muito mais bonito! pilinhas só a do david

  3. Maria Bolacha diz:

    Um homem à direita.

  4. lili diz:

    Ah, tinha deixado um comentário ao Carlos Vidal, no ”Jugular”, com um link para esse quadro, mas a srª dona do post não deve ter gostado e não publicou o comentário.

    Eu publiquei-o aqui:http://lili-one.livejournal.com/1153640.html

    Sou heterossexual, mas gosto mais do original.

  5. LAM diz:

    Já sei que o Carlos Vidal não tarda aí a desmentir-me, mas não liguem ao que ele diz: isto é uma colagem executada por “Orlan” que é nada mais nada menos do que o pseudónimo artístico do Cardeal Cerejeira e que retrata nesta obra o garanhão de Santa Comba num momento de relax entre a Maria e a Soraia Chaves. (ok, para um momento de relax exagerou no photoshop, mas quem é o artista perfeito?)

  6. Luis Moreira diz:

    Alguem diga à artista que não seja tão optimista não vá apanhar uma grande desilusão.Mesmo com Viagra estar naquela posição, em sentido, é uma performance de se lhe tirar o “chapeau”.(não sei se estão a perceber o tracadalho…)

  7. car@s
    pois por mim a posição pode efectivamente retratar fielmente um corpo masculino!
    para as restantes leitoras (indepedentemente da sua/minha orientação sexual) também prefiro o original mas achei interessante esta releitura de Orlan (ou se preferirem do Cardeal Cerejeira)…

  8. Flip diz:

    Diremos!!! Existem modelos mais bonitos!

Os comentários estão fechados.