…. mas ri de quê?

js-6js3js1

Este post é sincero e não comporta nenhum tipo de ironia ou brincadeira. Parece-me que em todos os actos públicos, partidários e não só, o primeiro-ministro ri. Perguntou-me há pouco um familiar muito próximo (vendo um telejornal), porque é que está sempre a rir-se? Eu não soube responder. Com efeito, ri de quê? Uma vez, na Assembleia da República, discutia-se o desemprego e Jerónimo de Sousa, homem que sabe do que fala e sente como poucos os problemas alheios, disse-lhe, “não se ria que o assunto não é para rir”. Parou momentaneamente. Mas, passado pouco tempo, ria de novo. De quê?

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

19 Responses to …. mas ri de quê?

Os comentários estão fechados.