Já há arguidos no caso Freeport

baldessari2
John Baldessari. Profile with Ear and Nose. 2006.

A notícia está em vários sites de jornais, mas ninguém foi ainda referido com esse estatuto. É provável que nos próximos dias se possa saber mais, ou não (e, neste caso, tudo é provável e improvável, até porque os eventos já têm anos). Mas foram ouvidos nos últimos dias os nomes mais falados nesta questão Freeport (ou “Fripór”, como se lhe refere J Sócrates): Charles Smith, Manuel Pedro e, hoje, Júlio Monteiro, tio do PM, J Monteiro que se julga ter posto em contacto com o então ministro do Ambiente (o actual PM, como se sabe) os intermediários ou representantes em Portugal do sr. Coolidge da Freeport (precisamente, Smith e Pedro).
Júlio Monteiro, afirmou o seu advogado, entrou e saiu do Tribunal de Cascais como testemunha e não arguido. Mas alguém esperava outra coisa? (Poucos resultados e ultra secretismo ultra, mesmo quatro ou cinco anos depois.)
Entretanto, falta ouvir Hugo Monteiro. Quem é Hugo Monteiro, pode perguntar o leitor? Ora é, nas palavras de J Sócrates, “um filho do meu tio”, que está neste momento a estudar artes marciais no Nepal. De seguida, se o leitor quiser saber mais sobre este assunto não leia o blogue Jugular (entretidos a cascar em empresários desalinhados com o PS, por exemplo), nem sintonize a RTP 1, sff.
Boa noite.

baldessari1988
Baldessari.1988.

ADENDA: É verdade, lidos os meus colegas, tenho de confessar – tanto “Fripór” já enjoa. Deveríamos estar a falar do congresso do PS. Vai realizar-se neste fim-de-semana de Carnaval, não é?

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

24 respostas a Já há arguidos no caso Freeport

  1. almajecta diz:

    por cá vamos nos estudos sobre medidas de lenha, mais nos da senhora Rattazzi.

  2. Sim, é no Carnaval. Bem escrito

  3. MMarques diz:

    Se alguém pensou que este assunto ia redundar numa investigação seria e honesta é leviano!!!
    Isto em Portugal existe muita “FORÇA OCULTA”…(em certos círculos da sociedade)

  4. Desactualizado CV. Amanhã Há Entrevista com o meu Favorito: O ASSilva. N te Olvides.

  5. Carlos Vidal diz:

    Já começo a ficar farto do ASS, ó De Puta Madre. Claro que não vou assistir a essa entrevista. Porra!

  6. almajecta diz:

    O nosso grande e vice líder Enver Hoxha da província romana da Ilíria e do ISCTE em revisão do legado da identidade perdida está a esgotar o reformismo radical e popular. Deixa-lo debitar o texto em network of violence and hatred.

  7. Carlos Vidal diz:

    É pra já, Grande Jecta. É pra já.

  8. eis os melhores comentários que já ouvi sobre a campanha negra, vulgo caso fripór, e consequentes reacções de José Sócrates:
    1. Como questão de princípio, nunca devemos fazer juízos de valor antes de sabermos os montantes envolvidos;
    2: Quem não se sente não é primo de boa gente.

  9. almajecta diz:

    Para aplacar o infinito cinismo e o furor pluralista ( cross gender restroom) basta apresentar-lhe um bom brigadeiro internacional.

  10. sim, para nos intoxicarmos mais sobre o caso basta ligar a TVI, às sextas-feiras…

  11. Carlos Vidal diz:

    Muito bom ana cristina, muito bom. O sr. Sócrates tem essa intuição; se calhar por isso é que disse que era familiar (forçosamente próximo)do filho do seu tio.

    Grande Alma, cross gender-cultural studies é a próxima etapa de uma longa jornada (que ainda não te convenci a colocares nos planos de estudo do curso que geres).

  12. almajecta diz:

    ou isso, para mim a virtude e graça dos estudos culturais está em ter tido origem na educação de adultos, marginalizados em favor de uma preponderante narrativa que coloca a crise nas humanidades e nas ciências sociais. Para sulfatar já cá tenho a calda.

  13. Pedro diz:

    “De seguida, se o leitor quiser saber mais sobre este assunto não leia o blogue Jugular (entretidos a cascar em empresários desalinhados com o PS, por exemplo), nem sintonize a RTP 1, sff.”

    Sim, sim, que aqui no seu post ficámos a saber imenso.

  14. almajecta diz:

    Não obstante o silencio dos vates encartados na hymnologia patriotica, a
    maioria da imprensa antecipou-se-me no vigoroso desforço da justiça, e
    nomeadamente o snr…, um escriptor moderno, com os dons
    do estylo e da graça que seduzem velhos impertinentes e glaciaes como eu
    e outros infelizes da minha idade.
    A favor da snr.a Rattazzi tem sahido
    uns poucos periodicos faiantes, sargêtas por onde tresandam os seus
    fedores as fezes litterarias de Lisboa. São os orgãos da ralé
    sarrafaçal, uns madraços desencadernados que vivem na gandaia politica,
    engenhando republicas carnavalescas. É n’esses periodicos de mixordias
    plebêas até ao asco que o snr. Theophilo Braga se esconde a escrever,
    como em parede de latrina, uns desabafos pelintras de quem não acha na
    imprensa séria fonticulos por onde suppurar o pus. A princeza póde
    contar com este panegyrista.

  15. Carlos Vidal diz:

    Caro Pedro, já reparou que um blogue não faz investigação, não reparou?
    Mas pode estar certo, o assunto Freeport aqui é prioritário. Política e socialmente importante: logo que os investigadores dêem novas, venha aqui.
    Na RTP é colocado para um 19º lugar se tanto. No Jugular, pura e simplesmente não existe.

  16. Pedro diz:

    Se um blogue não faz investigação, porque diabo deveria o Jugular informar mais sobre o assunto?… Ah, que cabeça a minha! A Cãncio de facto bem que poderia sacar coisas ao namorado à noitinha e colocar no blogue. As minhas desculpas.

  17. Carlos Vidal diz:

    Mau comentário, muito mau comentário, esse, Pedro.
    O voto de silêncio colectivo e disciplinado é que é coisa incómoda.
    Colectivo, compreendo, agora disciplinado, não compreendo.
    E não falo mais sobre jugulares. Estão já aí posts meus em excesso.

  18. almajecta diz:

    palavras certas, meu rico primo.

  19. Carlos Vidal diz:

    Algures entre o sobrinho de minha mãe e o filho do irmão dela – de facto o que é um primo, ó primo? Há primos que eu nunca vi na vida.

    De resto, as palavras raras vezes estão certas. Enquanto isso, a arte, sim, está sempre certa.

  20. almajecta diz:

    também não há problema, actualmente as palavras em uso não correspondem a nenhuma realidade. Deixa-te de tretas e vai-te a ela, pois é bem engraçada, por sinal.

  21. Pedro diz:

    “Mau comentário, muito mau comentário, esse, Pedro.”

    Ó cum catano, ó cum catano! Ai a minha vida!… E agora, tenho de pedir desculpas a quem?

  22. Carlos Vidal diz:

    Caro Pedro, está visto: ao Procurador Geral da República e ao Vale e Azevedo, o qual, como dizia aqui o Tiago Saraiva, paga as favas pelos outros e por todos. É bonito isso?

    De Puta Madre, esse pintor que divulgas no teu blogue, é colega de quem ???????????????????

Os comentários estão fechados.