Acordar o mundo

No “Jardín de senderos que se bifurcan“, Yu Tsun escreve: “A pesar de mi padre muerto, a pesar de haber sido un niño en un simetrico jardín de Haï Feng, yo, ahora, iba a morir? Después reflexioné que todas las cosas le suceden a uno precisamente, precisamente ahora. Siglos de siglos y sólo en el presente ocurren los hechos; innumerables hombres en el aire, en la tierra y el mar, y todo lo que realmente pasa me pasa a mí…” Tudo o que se passa, passa-se connosco e agora: a humanidade é um cenário, a história é um mito e a realidade é o meu enorme instante. Manifestações recentes e prosaicas desta forma de solipsismo: o “Metro” de há dias titulava que este Janeiro tinha sido o Janeiro mais chuvoso dos últimos oito anos e, sob a capa de uma referência histórica (absurda) e geral, proclamava no fundo a importância do incómodo que cada um de nós sente com a chuva que nunca mais acaba. Tudo o que se passa, passa-se connosco e agora: o caso Maddie passou-se há mais de quinhentos anos, mas parecemos pensar que ele se passou agora; o que será preciso para acordar o mundo desta alucinação?

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

9 respostas a Acordar o mundo

  1. “o que será preciso para acordar o mundo desta alucinação?”

    que deixe de chover?

  2. Ler: “O Teu Rosto Amanhã” ( Os 3 vol.) do Javier Marias.
    Ajuda.
    PS.: Os caminhos que e bifurcam na acção em vez de o serem na mente.

  3. ezequiel diz:

    Depois de ler isto, dou por mim a supor que tu és a DPM. 😉

  4. António Figueira diz:

    Ana Cristina,
    O comentário tem graça (é preciso parar para pensar), mas não meditam do que isso lá pastelaria?
    De puta,
    Três volumes em espanhol é mais do que eu consigo; não há assim um readers’s digest da coisa?
    Ezequiel,
    Qual DPM – Data Protection Manager ou Disruptive Pattern Material?
    Obrigado a todos, AF

  5. António Figueira:
    DPM= Eu ( as siglas do meu nick)
    O teu rosto amanhã são quase 2500 pp. Mas vale a pena y a leitura n é demorada. Tem a vantagem de a Personagem Denza pensar sob a forma de ensaio filosófico. A questão do uso da violência tem tratamento de luxo. A morte y o “Complexo K-M” ( n explico para retirar o fantastico investimento q é ler o romance) y o Custardoy que vai ser tão famoso quanto o foi D. Quixote. … ( N exagero! Acredita. ). JMarías é um excelente articulista podes ler aqui sem comprar o El País http://www.javiermarias.es/main.html .
    Vale.
    PS.: Acho k já traduziram 2 Vol. para PT, editados pela D. Quixote
    ………….
    Ezequiel já tens blog novo?

  6. ezequiel diz:

    António e DPM,

    António, não digas coisas feias. fica-te mal. disruptive pattern materiel, ómessa. nunca pensei que fosses capaz de tal coisa. 🙂

    Cherissima-o DPM (ou será RPM : real puta madre??)

    tou fora, quase reformado. se não fosse o indominável Vidal nem saia para a net. Já não há malta como ele. pertence a uma espécie em vias de extinção. de raridade a curiosidade é um pequeno salto ou, quiçá, um suspiro. eh ehehe h 😉 venho aqui só para distrair os escassos neurões. não, não é falsa modéstia. estão mesmo a desaparecer. no more blogs mate! Mas virei sempre aqui ler o nosso “companheiro” António. Ele escreve muito bem. À moda antiga. Quem mais se parece com ele é o Miguel, do Combustões, que tb escreve deliciosamente bem. O Vidal não escreve mal, mas deveria usar menos virgulas. Um gajo tem que ler as coisas aos sobressaltos ehheheheheh 🙂

    Em suma, cara Puta, estou quase a me juntar aos pensioners, de certa forma.

    ciaozito.
    cumps
    ezequiel

    PS: mas muito obrigado. Além de uns amigos de infância que também me perguntaram acerca do meu blog, tu foste o-a único-a que exprimiu alguma curiosidade. Muito obrigado. 🙂 a verdade é q n tenho jeito para isto. nem gosto muito da net. perverse symbiosis, cyber S&M (I find it abominable but return to it nonetheless)

    nem imaginas o que me comoveu ver ontem uma petit referência a parte de um doc que aqui postei. 😉 tou a brincar. (vanity is for idiots! ehehhehe

    abraços

  7. ezequiel diz:

    err. :da raridade à curiosidade é um pequeno salto

    mil perdonas com chocolatito prétito

  8. Ezequiel, que mania. Eu não sou O. Sou A. Mas confesso q cultivo a alma de gajo. Gosto mais y dá mais jeito.
    Vai lá ao mapas ler as minhas cartas de Amor.
    http://mapas-de-espelho.blogspot.com/search/label/Cintel%20de%20Justine.
    …….

    O Irmão do Miguel do Combustões, O Nuno Castelo-Branco ( Estado Sentido) tb é muito generoso. Espreita.
    ……………..
    N tás nada reformado. Tens que ir para o twitter … a nova doença da net. Aquilo tem uns picos de audiência, é fixe para postar coisas como fazias no teu blog 🙂
    ……….
    PS.: RPM é fixe. Um só P é uma coisa mto solitária 😉
    ….
    Nunca me esqueço dos Posts Marcantes 😉 Vá fica lá embevecido

  9. ezequiel diz:

    You mean Twatter? 🙂

Os comentários estão fechados.