Vigiar, vigiar tudo: se possível descobrir todos os poderes ocultos

cindy1
Sherman, sem título (série “History Portraits”). 1989.

A autora de “J’accuse” não deixará passar as insolências de Pacheco Pereira contra o primeiro-ministro. Nunca. Já o demonstrou duas vezes (aqui e aqui). Não passarão as insolências de ninguém! Nem à esquerda nem à direita.
Além disso, está bem secundada. Como sempre. Uma dupla que não deixa passar NADA!
Vigiar, vigiar e, se possível, punir. Um dia.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

24 Responses to Vigiar, vigiar tudo: se possível descobrir todos os poderes ocultos

Os comentários estão fechados.