Ai protesto, protesto

proteste

Alguém me explica porque é que uma associação (ou empresa, ou lá o que é) como a DECO acha que tem direito a encher a minha caixa de e-mail com spam? Estranha forma de defender os consumidores, usar as estratégias de comunicação dos vendedores de Viagra, extensões de pénis, pornografia esquisita e heranças nigerianas.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 respostas a Ai protesto, protesto

  1. Joaquim diz:

    Unsuscribe geralmente resulta.

  2. Pedro diz:

    Fosse só o email. Eu recebo imenso lixo da Deco na caixa de correio (slow-mail).

  3. m diz:

    Porque a deco de associação passou a empresa (com montes de empregados ) e pronto , há que captar clientes para manutenção dos empregos e defesa dos “seus interesses ” , não dos nossos.
    Já vi este filme várias vezes : as coisas começam bem , com um interesse legitímo , mas às tantas um xico esperto ( ou uns tantos xicos ) vêm nisso um belo e fácil negócio em potência , e zás , lixam aquilo que começou por ser bom.

  4. LAM diz:

    Acontece-me o mesmo. Para uma associação de consumidores digamos que não têm as melhores prácticas. E é pena.

    Aliás os consumidores em Portugal estão entregues á sua sorte. Porque está visto que as “autoridades da concorrência”, organismos reguladores dos vários sectores etc, só estão preocupados com o lucro das empresas que concorrem nos diversos mercados e não com os consumidores.
    Este é um assunto (os consumidores, os seus problemas e o desamparo a que estão votados), que merecia uma atenção especial por parte dos governos e das oposições. Mas não: continuam entregues à sua sorte, vítimas do chico-espertismo dos bancos, das seguradoras, das empresas de telecomunicações, dos gajos da electricidade, do gáz, da máfia das agências de viagens etc, etc.
    No meio de tanto ministro e secretário de estado que lá anda somente a pastar a toura, deveria ser criado uma secretaria de estado, qualquer merda no género, do Consumo.

  5. Youri diz:

    Mas alguém aqui ainda liga à Deco? Nem os seus artigos são bons, nem razoáveis. A mim há alguns que me levantam várias duvidas sobre os seus objectivos.

    Devem ter poucas fontes de rendimento, devem. A venda por correio e e-mail de artigos de má qualidade e revistas que são catálogos de produtos são apenas uma das fontes.

Os comentários estão fechados.