O espelho é que está avariado

manuelaferreiraleite

Para que Manuela Ferreira Leite fizesse o pleno da desadequação às suas funções já só faltava que desatasse a imitar o calimerismo desenfreado de Santana Lopes. Faltava, mas já não falta. Tal como o alienado da incubadora e da «mega-fraude», também a suposta liderança laranja atribui agora as desgraças do seu triste consulado… às sondagens. E aí está mais uma negra campanha para explicar inabilidades próprias: «há sempre quem esteja disponível para se prestar a contribuir para campanhas de intoxicação e de desinformação onde se verifica a utilização indevida de pretensos resultados de ‘estudos de opinião’». Presume-se que há no PSD quem esteja mesmo convencido de que o partido está a fazer um excelente trabalho na contestação ao governo socialista, no fabrico de ideias e planos mobilizadores para o país, na apresentação da sua chefe como alternativa viável ao homem que retratam publicamente como mentiroso compulsivo. Os malandros das sondagens é que sabotam tudo, ocultando o entusiasmo popular em torno da salvífica líder.
A propósito: é escusado abespinharem-se com a imagem supra; trata-se apenas da «forma mais irreverente» de retratar uma liderança bafienta, solipsista e apostada em condenar-nos a mais quatro anos de Sócrates. Claro que o pobre Boris não foi tido nem achado; mas há sempre vítimas inocentes nestas histórias de múmias.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

Uma resposta a O espelho é que está avariado

Os comentários estão fechados.