Alfredo Bensaúde

O fundador do Instituto Superior Técnico dá o nome a uma rua que desde pelos menos há 8 anos era palco diário de corridas túningue com direito a cronometragens, boxes e convívio na Quinta do Morgado e no pão-com-chouriço da Portela.

Uma barulheira todas as noites, carros modificados passavam a 200km/h todas as noites, junto à minha janela, nesta rua larga com túneis e passadeiras e passeio, onde o limite é 50.

A CML colocou bandas sonoras. Agora têm que abrandar para 30.

Acabaram-se as corridas. A pista de automobilismo foi reconvertida em avenida.

Sossego.

Abençoados sejam.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 respostas a Alfredo Bensaúde

  1. Maria Bolacha diz:

    ( o pão com chouriço até era bom. Isso não acabou, não?)

  2. Luis Moreira diz:

    As bandas sonoras (sonoras!) fazem um barulho do camando!

  3. Estas, apesar do nome, não fazem barulho. Reduzem-no! Deviam chamá-las “bandas silenciosas” 🙂

    O pão com chouriço no forno mais bem servido de Lisboa (ou melhor, Loures) ainda lá está, e agora com um concorrente mais modernaço e neon 🙂
    E a diana chaves em formato gigante a fazer-lhe companhia.

Os comentários estão fechados.