As declarações do Procurador-Geral da República

As declarações do Procurador transcritas no “Público” on-line são francamente tranquilizadoras de um desfecho do caso Freeport, célere desfecho como nos outros casos. Diz o Procurador (não cito literalmente) que é um caso que “está na moda” (como a Casa Pia, as questões do futebol, etc) e que é um como tantos. Agora, mais ou menos literalmente: só no DIAP há 70 mil. Ou seja, investigação rápida e solução para breve.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.