Venha de lá esse DVD!

O «Sol» de 17 de Janeiro relata que existe um DVD na posse das autoridades inglesas, no qual Charles Smith informa o novo administrador inglês do Freeport das avultadas quantias pagas, como comissões, pela aprovação do projecto.
O «Sol» diz ainda que, durante a conversa, Charles Smith trata sempre pelo segundo nome o ministro ao qual pagou as referidas comissões.
Para Freitas do Amaral, como diz aí em baixo o Tiago Mota Saraiva, não há «factos» para ter dúvidas.
Venha de lá esse DVD e passemos, então, a ter dúvidas.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

11 Responses to Venha de lá esse DVD!

  1. Será que eu tenho que fazer um desenho?
    Qual é a merda da credebilidade da palavra de um Inglês? O que é que tem de tão especial que fique tudo parido y de boca aberta? y mais n #$&%#& y #%#&#@ ao infinito … Será que este tonto povo não se toca?? Ainda não relampejou nas suas lindas cabecinhas de nevoeiro à espera do eterno encoberto???
    Vai lá fazer insinuações à rainhazinha y aproveita a experiência … aliás, tivemos o casal Maddie y dois assassinos a soldo viverão felizes para sempre … Pois. Pois. Pois. Aonde estão os Cojones dos Portugueses??? Bem. Parece que só o Socrates os está a ter!!!
    Y mais perdoado ficará se tiver gasto os 5 tostões desta história da carochinha Inglesa se os tiver espatifado em fatos Armani!

    Anda tudo de Caixinha com o Carlyli ou quê? Quando é que ele anda a pagar pela parada, o pobrezinho???? Brincamos??? Só mesmo um povo porra-tonta ( Expressão da Ilha Terceira) fica manso face a este desaforo! Guerra já!

    • Ricardo Santos Pinto diz:

      Ó De Puta Madre, tu acalma-te. Senão ainda dás um murro no computador e lá vai ele para Espanha outra vez.

  2. Spartakus diz:

    Dúvidas tenho eu sobre o Freitas. Ou sobre a morte do Amaro da Costa. Ou porque raio, o País é pequeno, pois, o alegado bombista, o bruxo Esteves, apareceu convertido e abrigado na mesquita do banqueiro islâmico do…BPN…pois. Uma confusão, a minha cabeça…

    Bom dia.

  3. A Felícia Cabrita a partir do momento em que se dispôs a escrever o Livrinho Pinto da Cost com aquel argumentação de Mulher-Parada dá para perceber – melhor percepcionar – que fala a som do Tlim-tlim. Gostava de Saber a proveniência do seu dinheirinho na conta bancário. Ainda descobrimos que o Carlyli a patrocina. (É! Ouvi esta no cabeleireiro … tem video. Vejam lá quem disse. Pois deve ter ficado gravado.).

    • Ricardo Santos Pinto diz:

      Pois é, De Puta Madre, essa Felícia Cabrita, uma vendida que andou a pôr de rastos a credibilidade do sr. Carlos Cruz e do sr. Paulo Pedroso, coitado, que até teve de usar o balde higiénico. A culpa é toda dela.

  4. Nessa fase ainda era aprendiz de deslumbrento, essa moça …
    dps estragou-se na biografia …

  5. Os Maddies ficaram-me atravessados … Esta acho que nos coloca a todos de cocoras se não lhes espetarmos os olhos primeiro, aos Ingleses, claro.

  6. O Freitas do Amaral não desiludiu: está cada vez mais na mesma, isto é, abaixo de cão.

  7. Patricia diz:

    Em Portugal as escutas telefónicas tem de ser autorizadas por um juiz,será que no reino de sua magestade se passa o mesmo?É que gravar um video(se é que ele existe)qualquer um faz.Mas se não for efectuado com autorização de um juiz não pode servir de meio de prova em Portugal.

    • Ricardo Santos Pinto diz:

      A questão não é essa, Patrícia.
      Com as consequências legais, ninguém precisa de preocupar. Não acontecerá nada, como sempre. A mim, interessam-me mais as consequências políticas. A partir da divulgação do DVD, que legalmente pode não servir para nada, uo se acredita, ou não se acredita. E têm de se tirar ilações políticas.

  8. Pingback: «The prime-minister is corrupt!» |

Os comentários estão fechados.