Israel usou urânio nos bombardeamentos de Gaza

Efeitos do urânio (Urânio-238) empobrecido utilizado:

“É comprovado a partir de diversos estudos laboratoriais que o Urânio-238 é tóxico para mamíferos, ataca o sistema reprodutivo e o desenvolvimeto do feto causando fertilidade reduzida, abortos e deformações no naciturno. Testes citológicos mostram que à exposição crônica ele é leucogênico, mutagênico e também neurotóxico (Wikipedia).

O que, a confirmar-se, significa que os bombardeamentos terão consequências nos filhos dos filhos dos habitantes de Gaza. E um “cessar-fogo” não tem aqui grande significado.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

4 Responses to Israel usou urânio nos bombardeamentos de Gaza

Os comentários estão fechados.