Caiu-me o ponto final!

Uma pequena história verídica ocorrida ontem num pequeno e manhoso café de província, o único com acesso à internet durante a noite (máquina com moedas).
– Olha, o ponto final caiu-me lá abaixo, ria um utilizador, que conseguira tal feito ao tentar desencravar duas teclas.
E tinha caído mesmo. Ele foi procurá-lo, mas, do ponto final, nem a sombra. Ainda encontrou um Z, mas nada de pontos finais.
Entretanto, com a máquina vazia, aproveitei para ir ver rapidamente como é que estava o «5 Dias». Num teclado todo esburacado, vi-me aflito para conseguir entrar. É que todos os «sites» têm pelo menos dois pontos, um a seguir ao www e outro antes do pt/com/net.
Lá consegui, com a ajuda do copy/past, fazer o que queria. E lá me consegui lembrar que, sempre que era hora de pôr o ponto, tinha de fazer Ctrl V.
Quanto ao café, é um daqueles ambientes decadentes onde acabo sempre por ir parar: porco, imundo mesmo, com jogo a dinheiro, com jogadores que batem furiosamente nas mesas enquanto jogam cartas e cheio de fumo por todo o lado, apesar da indicação «Não Fumadores». O que se faz por este blogue!
E assim termino esta minha fase «light» no «5 Dias». Estou a trabalhar numa pequena investigaçãozita (não é sobre Mário Soares), da qual em breve darei notícias.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 respostas a Caiu-me o ponto final!

  1. z diz:

    se por coincidência tem a ver comigo quase nunca uso ponto final, é uma pequena vingança junto com um nadinha de preguiça mais paixão pelo aberto: em topologia elementar um conjunto diz-se aberto se, entre outros resultados equivalentes, não contém a sua fronteira

    • Ricardo Santos Pinto diz:

      Se por coincidência tem a ver consigo o quê, caro J? O que eu contei foi mesmo o que aconteceu ontem à noite. E foi mesmo um ponto final. Nem sabia da sua existência. Abraços.

  2. z diz:

    não sou j sou z, desde sempre

  3. GL diz:

    O copo está de pé.

Os comentários estão fechados.