Computador Magalhães, uma história com futuro (I)

«E o que têm vocês com isso? Nada! Mas, até o Rainha voltar de férias eu tenho que arranjar posts para encher a chafarica.» (Nuno Ramos de Almeida, «post» anterior)

Que não seja por isso, amigo Nuno! Se é para encher a chafarica, até posso partilhar com os nossos leitores as minhas «estórias» de Natal.
Aí vai uma.
Estava eu nas últimas compras, quando me deparo, numa loja de electrodomésticos, com o computador Magalhães. O célebre computador Magalhães, de que tanto ouvira falar nos meses anteriores.
Na realidade, já tinha visto muitas imagens do Magalhães, mas nunca vira nenhum.
Quando o vi, ri-me tanto, tanto, tanto! Como um perdido! Ri-me tanto que as senhoras da loja até ficaram a olhar para mim.
É isto o Magalhães?, pensei para os meus botões. E não consegui parar de rir nas duas horas seguintes.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

5 Responses to Computador Magalhães, uma história com futuro (I)

  1. mdsol diz:

    Ou seja o Magalhães fez com que, de tanto rir, o diafragma lhe doesse…ou?
    :))

  2. Pingback: Computador Magalhães, uma história com futuro : natal

  3. Luis Moreira diz:

    E pode-se saber porquoi? É que ainda não vi nenhum e não vá ter uma reacção alérgica.

  4. Politikos diz:

    Pois! Aconteceu-me o mesmo recentemente quando mandei reparar o PC. É que na loja havia um Magalhães! E dei comigo a pensar na frase do PM sobre os assessores só trabalharem com o dito… Há coisas que só mesmo vendo…

  5. Ricardo Santos Pinto diz:

    Mdsol,

    Não. Não me mijei a rir. Mas quase.

    Luis Moreira,

    Só visto. Só visto.

Os comentários estão fechados.