Uma versão de compromisso, para fazer a ponte entre o Filipe e o Carlos

hibrido

Em estreia mundial, o primeiro Bacon-Bragolin do mundo. Com um bónus: é bem capaz de estar meio assombrado.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 respostas a Uma versão de compromisso, para fazer a ponte entre o Filipe e o Carlos

  1. Não há subliminar que lhe valha …

  2. mf diz:

    vocês são um bocado tótós com essa cena elitista da arte. arte é assim qualquer coisa que deixa o autor bué da bem disposto quando percebe que alguém achou um motivo transcentental para a apreciar.
    Agora ,. 5 dias , melhorou bué desde o dia que puderam dizer mal do governio e do socras à boca cheia. Parabéns. Deixou de ser um blog assim assiim. é assim. quem não gosta , não come.

  3. emiele diz:

    Tenho andado caladinha a «ouvir» esta discussão, mas este post está magnífico!
    Palmas!!!

    (aqui para nós, mesmo com estas questões de lana caprina, que é para sorrir, subscrevo o segundo parágrafo de mf; sinto o mesmo – o que não quer dizer que ‘os outros’ não tenham graça e também os visito muito, mas já sei o que vou encontrar)

  4. mitomano diz:

    Representação de um jornalista cheio de ideias artístico-científicas.

Os comentários estão fechados.