A causa foi abandonada?

Fui lá uma data de vezes e a única coisa que trouxe foi esta t-shirt sem graça.

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 respostas a A causa foi abandonada?

  1. k.r. diz:

    A minha não foi.´….
    Ando às voltas com as horas….de hoje já foram problema, sobre amanhã …

  2. k.r. diz:

    Nenhuma razão para se pensar o contrário…depois de tantas lutas, causas, sonhos e tal… mas cada um sabe de si…

  3. Paula Telo Alves diz:

    Não anda a assegurar os serviços mínimos, não.

  4. maradona diz:

    Muito obrigado por esta atenção. Acabo de chegar de Setúbal, onde trabalhei ineficientemente, mas como um cão, e onde almocei uma travessa e meia de magnificos chocos congelados com batatas fritas congeladas. Ao subir a rua deparei-me com os meus pais à varanda (tinha-me esquecido que estavam cá), sorridentes, mas ainda assim indisponíveis para me deixarem entrar na minha própria casa sem tirar as botas “carregadinhas de lama”. O jantar vai ser linguado (comprado na lota da Costa da Caparica) grelhado com esparregado caseiro. A sobremesa parece que oscilará entre peras cozidas e arroz doce (alternadamente). Depois disto a minha mãe vai-me ofececer uma “sopinha”, oferta essa cuja recusa despoletará uma crise familiar devido à minha manifesta “falta de apetite”.

  5. António Figueira diz:

    E a gente a pensar que ele ia jantar sozinho abrótea congelada, no frio desumano do seu T1 num subúrbio da Margem Sul…

Os comentários estão fechados.