Os emplastros

Mas quem são estes cogumelos em forma de gente que medram num piscar de olhos atrás dos Grandes Vultos, mal uma câmara se aproxima? Serão figurantes contratados, guarda-costas em tirocínio ou apenas pessoal que quer sair do edifício e não consegue? O ar das criaturas é enigmático: entre o importante e o concentrado – estar sempre a balançar o corpo de um lado para o outro de forma a nunca sair do enquadramento deve ser tarefa complicada – conseguem transmitir uma imagem prenhe de gravitas, mesmo que ninguém faça grande ideia de quem são. Ah, é verdade: não dá para perceber se o João Carlos Espada está ali atrás ou não.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 respostas a Os emplastros

  1. GL diz:

    Só posso emitir uma opinião após ver o vídeo, ponha por favor o link.
    Este “balançar ” promete.

  2. francisco diz:

    pelo menos 2 cogumelos eu reconheci.
    estão em funções, homem! ou você qd recebe um amigo vindo de fora não o acompanha?
    estão lá:
    – o presidente da câmara de coimbra /Carlos Encarnação
    (o mayor do sítio onde decorre a acção)
    – 1 vice reitor da UC, Pedro Saraiva
    (grande info-dependente).
    Dos restantes não reza a história.

  3. Luis Rainha diz:

    Já me aconteceu ver-me naquela posição – tratei de me afastar e deixar aparecer quem o deve fazer e trabalhar quem tem a cãmara às costas e não tem de levar com os mirones e os penduras.

  4. Ia falar do Pedro Saraiva que poderia ter sido meu professor (estava de sabática nesse ano) mas com quem ainda tive uma reuniões não relacionadas, mas já foi referido. Concordo apenas que é um enorme info-dependente. Só não sabia que é vice-reitor…

Os comentários estão fechados.