Morrer de joelheiras


Para o Henrique Raposo, os europeus têm andado a «a usar joelheiras em combate» no Afeganistão.
Podia invocar os 296 soldados europeus que já ali morreram. Podia pedir ao sábio Raposo que, já que perdeu o respeito aos factos, ao menos não menospreze estes sacrifícios. Mas talvez seja melhor sugerir-lhe que se ponha a caminho de uma unidade militar para servir como voluntário. Ainda vai bem a tempo.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 respostas a Morrer de joelheiras

  1. Luis Moreira diz:

    Este gajo é mesmo raposo,como insinua que a UE devia fazer suas as dores do atrasado mental Bush! Então os US não ganharam a guerra em três dias? Umas bombas à distância é fácil, mas quando se trata de pôr lá o pèzinho a coisa fia mais fino.Com que então os europeus é que deviam andar a amargar o que os fascistas deste mundo apoiam ?Ah! grande raposo! És homem para te ofereceres para o sacrifício.

  2. Pingback: cinco dias » A capinha do murcôn

Os comentários estão fechados.