Tá de chuva pró loureiro

Já começa a ser um processo normal, digno de tese académica.
gente influente faz trafulhice… negócios escuros… trapalhadas toda à vida… começa por uma aldrabice simples… envolve um ou outro actor do circo… começam a soltar-se as línguas… lá está o ps… o psd… o cds… entram os jornalistas de intervenção… a informação e a contra-informação saltam para as capas de jornais… uns meses de buliço… todos estamos a ver a cena… não é difícil prever o final… só falta concluir a coisa… a polícia que não chega… o pgr que não fala… o tribunal que não manda prender… passam-se semanas… meses… sai dos jornais… deixa de chover.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.