Ah Jugular Jugular …..

(BACON, claro – não conheço outro pintor em que a gestualidade seja marcação de ritmos estruturais e compositivos; por outro lado, trata-se de uma gestualidade tão intensa e violenta que se imbrica e desaparece nela própria, produzindo superfícies lisas e quase nunca texturadas: onde está o gesto, a fisicalidade matérica do gesto em Bacon? Enigma. O gesto dissolve-se no próprio gesto. Alisa-se nele mesmo. A composição é gritantemente básica: reparem – três rectângulos ao alto, um rectângulo ao baixo; duas verticais (uma ligeiramente tombada) e uma horizontal interrompida; os pontos de encontro entre as verticais e a horizontal delimitam os campos de cor. No fim, quatro rectângulos dentro de outro (o quadro). A pequena seta branca tem inclinação oposta ao corpo. Quer dizer, seta, se a prolongar, e corpo formam ângulo de 90 graus. Raramente se fez tanto com tão poucos elementos.)

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

22 Responses to Ah Jugular Jugular …..

Os comentários estão fechados.