Um coelho morto consegue aprender alguma coisa de pintura ?

JOSEPH BEUYS, Explicando Pintura a um Coelho Morto, 1965.

(Galeria Alfred Schmela, Düsseldorf) A propósito, para os fãs, anda aí um “Beuys Reader” que vale a pena. (Adenda: Beuys é importante, mas tenho reservas em relação à postura do artista-demiurgo-xamã.)

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.