O Dias Loureiro está junto do menino de oiro

Tem-se perguntado muito nestes dias por Dias Loureiro.

Não percebo.

Ele ou está a ler ou a apresentar a décima edição do menino de oiro.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 respostas a O Dias Loureiro está junto do menino de oiro

  1. Ricardo Santos Pinto diz:

    Pois, pois, agora se percebe, porque na altura não se percebeu, os rasgados elogios de Dias Loureiro ao primeiro-fax.

  2. Carlos Vidal diz:

    caro Ricardo, já imaginou o conteúdo daquela biografia?
    O que estará lá escrito?
    O que haverá para dizer numa biografia daquele biografado?
    Não peguei na coisa, há limites para tudo. Não deveria haver, mas há.
    Agora, o que disseram Loureiro e Vitorino na apresentação daquelas folhas agrafadas ou coladas ?
    Quantos exemplares aquilo vendeu ?

  3. Ricardo Santos Pinto diz:

    Acaso terá o Carlos Vidal idade ou «curriculum» para falar assim do primeiro-fax?

  4. Carlos Vidal diz:

    Idade digo sempre que não tenho (e é verdade).
    Currículo talvez, quem sabe? “Primeiro-fax” é uma expressão magnífica. Parabéns.
    Nunca fiz disciplinas por fax, nem primeiro nem último, e, veja a minha tenra idade, nunca julguei isso possível. Senão era só arte conceptual prá frente. Idealismo, platonismo, “coisa em si”, imaterialidade. Nem fax usaria.

  5. Alberto diz:

    Cada vez se percebe melhor porque a Eduarda Maio deu aquele título ao livro. Não fosse esta foto com o Dias Loureiro todo sorridente e eu ainda estaria a pensar que tal título se devia ao fantástico discurso proferido em Maio pelo Sócrates nas Minas de Aljustrel.

  6. Ricardo Santos Pinto diz:

    Eduarda Maia, a menina de oiro da Antena 1.

  7. Carlos Vidal diz:

    Um discurso à Obama, claro, e “histórico”, porque em boa oratória ninguém bate o marido da Xantipa.

Os comentários estão fechados.