Halloween é quando uma pessoa quiser

O impagável André Pessoa já descobriu a careca à eleição de Obama. «Bush, crise financeira, guerra no Iraque, raça, Palin», se calhar «nada disto foi muito importante.» Decisivo terá sido um «certo deslize demográfico de longa duração» envolvendo de alguma forma «hispânicos e trabalhadores industriais». Tais desgraças teriam tido lugar sobretudo «no Ohio e Colorado».
Só faltou o corolário em forma de proposta: para a próxima, poupem-se ao trabalho de fazer eleições. Um recenseamento basta.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 Responses to Halloween é quando uma pessoa quiser

Os comentários estão fechados.