Jeter le bébé avec l’eau du bain.

O título deste bilhete é uma expressão francesa que dá uma boa imagem de alguns comentadores da crise financeira actual, para quem não domina a língua de Molière uma possível tradução é “despejar o bebé com a água do banho”.

Vem isto a propósito de um dos muitos artigos de Nassim Taleb, o autor do best-seller “The Black Swan” no jornal La Tribune. Se é verdade que durante a euforia dos CDO de crédito (hoje mais conhecidos como sub-primes) os departamentos de análise quantitativa dos bancos se lançaram na produção de modelos totalmente falaciosos cuja única finalidade era a justificação da criação dos productos que hoje se chamam “tóxicos”, nem todas as aplicações da matemática à finança são do mesmo tipo.  É interessante verificar que nos mercados organizados e regulados (por exemplo nos mercados organizados de opções) os modelos continuam a ser pertinentes.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , . Bookmark the permalink.

Uma resposta a Jeter le bébé avec l’eau du bain.

Os comentários estão fechados.