A testa e os dentes

Caro Filipe, antes de começarmos a abordar as maravilhas da música vietnamita, levo-te à prova mais este francês. Repara que a música francesa transformou-se numa actividade para pequenas minorias. Acho que já nem no Congo Belga se fala francês – terão optado pelo flamengo?
Há obviamente novas bandas e interpretes, mas, na minha opinião, têm tudo para triunfar, menos a música (o Manu Chao é mais catalão). Deixo-te o Léo Ferré que dizia que a “inteligência das mulheres está nos ovários”. Podia ser pior. Há quem, conhecendo-as, conclua que não têm mesmo inteligência, o que vindo de homens, com os milhões de disparates cometidos e com vontade de ir para a cama, revela pouca inteligência. Resumindo, aconselho-te a nunca desistir de procurar a inteligência das outras e dos outros. Não encontrar não é prova que não exista. Deves ter procurado mal.
A conversa vai longa, ao contrário do Rainha, eu não percebo nada de música e de rock sinfónico dos anos 70. Por isso, deixo-te um hino e uma homenagem aos anarquistas, cantado. repito, pelo Léo Ferré. Moral da história: é preciso ter cabeça, mas sobretudo saber morder (mesmo que já te faltem dentes, como parece ser o caso).

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

13 respostas a A testa e os dentes

  1. Model 500 diz:

    Post delecioso. Só é pena o Nuno desconhecer que, em termos musicais, França, em particular Paris, na primeira metade da decada de noventa foi o centro do universo.

  2. xatoo diz:

    yep! french fries
    como o bacano Belmondo a comprar o Herald Tribune nos Champs Elisée
    we love this guy!,
    quantos discos terá o Ferré vendido nos States?
    se for como o “Animal Farm” quando o editor disse que histórias de animais nos Estados Unidos não tinham saída, estamos conversados

  3. Pingback: cinco dias » Mais velhos franceses

  4. Espreita aqui esta preciosidade italiana y ouve até ao FIM!
    é o primeiro vídeo ( Adius – Piero Ciampi) http://f-se.blogspot.com/2008/06/blog-post.html

  5. mf diz:

    O Manu Chao é filho de galegos , não é catalá.

  6. mf diz:

    Desculpe , pai galego e mãe basca. , mais correcto .O Manu Chao.

  7. Nuno:
    É impressão minha ou não publicaste o coment.??
    Era para te divertires!!! Bolas!? Será que pensas que foi uma dedicatória? Engano, então A canção é mesmo hilariante y foi recuperada pelos jovens italianos à cerca de 5 anos atrás … y virou novamente sucesso.
    ( PS.: sou extreminadora, qt mto de más ideias … n de pessoas.) Vale.

  8. mf,
    o dito senhor vive na catalunha e é de nacionalidade francesa.

  9. mf diz:

    Eu sei que ele nasceu em Paris, onde o pai era jornalista correspondente da “Voz de Galicia”. Não sabia que vivia agora na Catalunha. Pensava que vivia lá para a América do Sul , não sei porque.

  10. Obrigada, na mesma pela consideração.

  11. De Puta Madre,
    Desculpa, regressei agora de Coimbra. Não aprovei nem desaprovei nenhum comentário hoje. Sou inocente de qualquer censura. Não censuraria uma madre, quanto mais uma puta. Prometo aprovar os teus comentários com enlevo.

  12. xatoo diz:

    óh NRA, coitado do Garcia Marquez; que lhe desconstruistes o titulo

  13. Nuno. Ok. Relevo! Não te esqueças é dos Prefixo y sufixo da Puta, Eu, sempre em letra grande. Assim (!) um substantivo y não um adjectivo. Ah! Y põe fiesta … ( já agora dediquei-te um post à 3 dias+- … eh ehe eh. Sou Ma-lan-dra! eh eh aproveitei-me do post do LR)
    …..
    Posto isto, volto a deixar o link … é o primeiro vídeo (tem a letra do poema y tudo!) y ouve até ao Fim. É hilariante.

    http://f-se.blogspot.com/2008/06/blog-post.html
    …………………….
    Xatoo podes espreitar para te divertires tb.
    …………..
    Para o Geral:
    Quando os amores n corresponderem, enviem-lhes este vídeo do Piero Ciampi ( Adíus) … vão por mim.

Os comentários estão fechados.